Comissão da Câmara aprova convocação do ministro da Educação
capa

Comissão da Câmara aprova convocação do ministro da Educação

Weintraub deve esclarecer ao colegiado declarações sobre drogas em universidades na próxima quarta-feira

Por
Agência Brasil

Weintraub deve esclarecer ao colegiado declarações sobre drogas em universidades na próxima quarta-feira

publicidade

A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira, a convocação do ministro da Educação, Abraham Weintraub. No total, o colegiado aprovou cinco requerimentos de convocação de deputados do PT, Psol, PSB e Podemos para que o ministro preste esclarecimentos aos parlamentares sobre declarações que deu. A previsão é de que o ministro seja ouvido pelo colegiado às 10h da próxima quarta-feira, 11 de dezembro.

Ao contrário de pedidos de convite, os requerimentos de convocação por comissões do Congresso tornam obrigatório o comparecimento da pessoa requerida.  Entre os assuntos que ensejaram os requerimentos de convocação estão declarações dadas pelo ministro ao Jornal da Cidade Online, em 21 de novembro. Na ocasião, o ministro disse que existiam "extensas plantações de maconha" em universidades federais, além de "laboratórios de desenvolvimento de droga sintética". Outro requerimento pede explicações do ministro sobre ações como a divulgação do telefone da deputada Tábata Amaral (PDT-SP) e críticas a professores de universidades federais.

Caso o ministro não compareça e não apresente alguma jutificativa para a ausência, ele pode responder por crime de responsabilidade.