Live comemora os cem anos do Palácio Piratini

Live comemora os cem anos do Palácio Piratini

Evento reuniu o atual morador da Casa, Eduardo Leite, e cinco ex-governadores, Jair Soares, Pedro Simon, Olívio Dutra, Yeda Crusius e José Ivo Sartori

Christian Bueller

Evento reuniu Leite e cinco ex-governadores no PIratini

publicidade

O passado e o futuro presentes no aniversário da sede do Executivo do Rio Grande do Sul. Em uma transmissão em uma live, hoje, a história do Palácio Piratini, no Centro de Porto Alegre, foi celebrada os cem anos de um dos maiores símbolos do Estado. O evento reuniu o atual morador da Casa, Eduardo Leite, e cinco ex-governadores, Jair Soares, Pedro Simon, Olívio Dutra, Yeda Crusius e José Ivo Sartori.

O mais recente chefe do Executivo gaúcho eleito, Leite expressou a alegria de dividir o momento com os antecessores. "Imagino o quanto que meus colegas e ex-governadores têm de histórias, lembranças de boas lutas políticas, sempre com decência e grandeza, uma característica da política do Estado. Cada um a seu tempo, do seu jeito e no período que lhe foi reservado. Em nome do povo gaúcho, meu agradecimento a quem fez a história do nosso povo e deste palácio", reiterou o atual governador, que fez questão de saudar todos os funcionários que passaram pelo local. "É o que dá vida a este Palácio, o conjunto de pessoas que por aqui circulam, trabalham e dedicam em manter esta história.

Veja Também

Jair Soares revelou o seu orgulho por ter sido eleito democraticamente para o cargo, que ocupou entre 1983 e 1986. "Fico honrado, pois a história há de marcar para as gerações futuras e para minha esposa e filhas, momentos de amargura, mas principalmente de grande alegria", lembrou. Emocionado, Pedro Simon, disse que os cem anos do Palácio são cem anos importantes da história do RS. "Lembrar o passado é muito importante. Só podemos construir o futuro com grandeza olhando, respeitando o passado, e continuando a fazer aquilo que nossos irmãos fizeram", pontuou.

José Ivo Sartori acredita que a lembrança do centenário do Palácio é uma forma de mostrar que o "Rio Grande vive". Ao lembrar a restauração do local, no mandato de Simon, há 34 anos, ele reitera que ali "é o lugar do povo". "Cem anos é uma marca importante. E, temos, ainda, uma longa estrada pela frente", salientou. Única mulher a ter governado o Rio Grande do Sul, Yeda Crusius homenageou as pessoas que cuidaram da restauração do piso do Palácio entre 2009 e 2010. “Graças a arquitetos, conhecedores de todos os materiais, chegamos a uma obra como essa. E essa madeira foi encontrada guardada, apreendida na Amazônia, porque ia ser exportada e não poderia ser. É a mesma madeira original, não no tempo, mas é a mesma madeira com que fizeram o primeiro piso do Palácio Piratini há cem anos", contou.

Olívio Dutra ressaltou funcionários são do Estado e não do governo. "Esse prédio precisa ser constantemente preservado, cuidado, e essa equipe faz isso. Tem arquitetos, engenheiros, sociólogos, historiadores, professores, mão de obra da construção civil. Tem sido uma preocupação de todos os governantes a manutenção de uma equipe para preservar, conservar e qualificar”, frisou. Os ex-governadores Alceu Collares, Antônio Britto, Germano Rigotto e Tarso Genro, que não puderam comparecer ao ato, se manifestaram por meio de vídeos gravados.

Site e medalha

Durante o evento foi lançado o site especial do patrimônio gaúcho, em que as pessoas podem entrar no prédio histórico e fazer um visita virtual, proporcionando que seus detalhes sejam conhecidos por qualquer pessoa, em qualquer lugar do mundo. As atrações incluem linha do tempo, visita virtual, fotos oficiais dos ambientes e do acervo artístico-cultural. Em uma segunda etapa, estarão disponíveis sessões com conteúdos especiais voltados à compreensão do espaço e acervo presente no Palácio.

Ao fim do evento, o governador Eduardo Leite outorgou a medalha da Ordem do Ponche Verde, no grau comendador, ao chefe do Cerimonial do Governo do Estado, Aristides Germani Filho, o Seu Aristides. Ele trabalha na assessoria e chefia do Cerimonial do Palácio Piratini desde 1967.
 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895