Marchezan reforça importância de isolamento e pede para "superar divergências políticas"
capa

Marchezan reforça importância de isolamento e pede para "superar divergências políticas"

Prefeito de Porto Alegre salientou que "nenhuma cidade do mundo está preparada" para o coronavírus

Por
Correio do Povo

Gestor municipal fez vídeo ao vivo no Facebook para salientar medidas preventivas

publicidade

Preocupado com a velocidade de propagação do novo coronavírus e as consequências para o sistema de saúde de Porto Alegre, o prefeito Nelson Marchezan Júnior voltou a destacar a importância de a população cumprir a recomendação de isolamento social. Em uma live transmitida pelo Facebook na noite deste domingo, o prefeito agradeceu o apoio de servidores públicos nas ações desencadeadas na cidade e afirmou que é preciso manter medidas preventivas, como higienização constante das mãos, para evitar o avanço do contágio junto à população. Ele pediu para todos superarem divergências políticas e enfatizou que "nenhuma cidade no mundo está preparada para lidar com os efeitos da Covid-19".

"O coronavírus tem capacidade de transmissão, propagação, contaminação que é única. Se olhar ao longo da história recente, todos especialistas são unânimes sobre a capacidade de transmissão da doença, que é capaz de atingir uma cidade inteira, um país inteiro, com velocidade maior de tudo que já se viu", explicou.

Ao alertar que é essencial impedir o avanço da Covid-19 em Porto Alegre, o prefeito lembrou que o sistema de saúde pode ser afetado caso a demanda por atendimento aumente nos próximos dias. "Precisamos evitar contágio, se for muito rápido vamos ter superlotação de hospitais e atendimentos médicos", observou. "Não queremos criminalizar as pessoas que saem para correr ou trabalhar", avaliou, acrescentando que uma 'saidinha inadequada' ou a falta de cuidados com higiene podem resultar na transmissão do novo coronavírus.

Ao frisar que ainda não existe vacina contra a Covid-19, Marchezan afirmou que todas as medidas estão sendo tomadas para preservar vidas e salientou que o vírus não vai "desaparecer em três" meses. Entre as ações sugeridas pela prefeitura estão a ampliação do horário de funcionamento dos supermercados e das lojas que comercializam chocolates. O prefeito fez um apelo a pessoas acima de 60 anos que insistem em ignorar a quarentena. "Faço um pedido muito especial aos idosos para que entendam que a gente precisa proteger vocês, uma vez que 85% das mortes no mundo envolvendo o novo coronavírus são de pessoas com mais de 60 anos. Precisamos de isolamento das pessoas acima de 60 anos muito maior do que outras pessoas e lamentamos a atitude de fechar parques e praças".