Municípios do RS devem dividir R$ 1,5 bilhão do auxílio do governo, diz Famurs

Municípios do RS devem dividir R$ 1,5 bilhão do auxílio do governo, diz Famurs

Equipe técnica elaborou uma tabela com os valores para cada cidade gaúcha

Mauren Xavier

Prefeito de Taquari, Emanuel Hassen (PT), foi eleito novo presidente da Famurs para a gestão 2020/2021

publicidade

Os municípios do Rio Grande do Sul deverão dividir entre si cerca de R$ 1,5 bilhão referente aos repasses do governo federal dentro do projeto de auxílio a estados e municípios, sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro. A equipe técnica da Famurs elaborou uma tabela com os valores para cada município do Estado. 

A estimativa está dividida entre os recursos para utilização livre (que totaliza R$ 1,3 bilhão) e os outros que serão para aplicação obrigatória nas áreas de saúde e assistência social (que totaliza mais de R$ 164 milhões). O valor total será repassado divido em quatro parcelas. 

A capital receberá o maior aporte. Serão cerca de R$ 171 milhões de recursos livres e R$ 21,4 milhões para as áreas de saúde e assistência social, totalizando R$ 193 milhões. Em seguida, está Caxias do Sul, que receberá no total R$ 66,5 milhões. Em terceiro lugar, está Canoas, com R$ 45 milhões.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895