Parlamentares do PSL protocolam troca de líder Delegado Waldir por Eduardo Bolsonaro
capa

Parlamentares do PSL protocolam troca de líder Delegado Waldir por Eduardo Bolsonaro

Deputados relatam que ligações do próprio presidente Bolsonaro pediram assinaturas

Por
Correio do Povo

Deputado projetou ficar no cargo até o fim do ano

publicidade

Em mais um capítulo da crise no PSL, os deputados ligados ao presidente Jair Bolsonaro formalizaram, na noite desta quarta-feira, um pedido para trocar o líder do partido na Câmara, Delegado Waldir (GO). Em seu lugar, deve entrar Eduardo Bolsonaro (SP). Ele promete permanecer no cargo até dezembro. Deputados relatam que o presidente teria feito ligações pedindo assinaturas no requerimento para retirar Waldir.

É preciso a assinatura de mais da metade da bancada de 53 deputados para pedir a troca. O fiel da balança foi General Peternelli (SP), último a assinar. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), precisa assinar a troca de líder antes que ela seja oficializada. “Tendo em vista os últimos acontecimentos referentes apenas à liderança do PSL, visando preservar a imagem do partido na Câmara, por aclamação da maioria dos deputados do partido, ficarei à frente da liderança até dezembro, mês em que realizaremos eleições para o novo líder” disse Eduardo.

Na última terça-feira, Waldir orientou a bancada a entrar em obstrução na votação de uma Medida Provisória e retirou o líder do governo, Major Vitor Hugo (GO), da comissão da reforma da Previdência dos militares, assim como o deputado General Girão (RN). Para angariar assinaturas, os bolsonaristas teriam, segundo Waldir, mostrado um áudio de Bolsonaro prometendo cargos e vantagens. Os deputados, no entanto, negaram a informação.