Pela primeira vez, Bolsonaro vem ao RS para anunciar entrega de obra
capa

Pela primeira vez, Bolsonaro vem ao RS para anunciar entrega de obra

Presidente vai inaugurar duplicação de trechos da BR 116 em Pelotas

Por
Lucas Rivas / Rádio Guaíba

A agenda de Bolsonaro deve ser corrida no Rio Grande do Sul

publicidade

Na segunda visita oficial ao Rio Grande do Sul, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) participa, pela primeira vez, nesta segunda-feira, de uma entrega de obra do governo federal em solo gaúcho. A agenda prevê a liberação para o tráfego de 47 quilômetros duplicados da BR 116 entre Pelotas e Tapes. O ato ocorre às 10h30mim, na altura do km 492, junto ao posto de pedágio da Ecosul, em Pelotas.

A agenda de Bolsonaro deve ser corrida. Às 16h30min, ele já se reúne com o vice-presidente, Hamilton Mourão, em Brasília. Utilizando o avião presidencial, Bolsonaro deixa o Distrito Federal às 7h, rumo ao Rio Grande do Sul. A chegada à Base Aérea de Canoas é prevista para as 9h30min. Depois, de helicóptero, o presidente parte para Pelotas. Em seguida, ainda acompanha o cronograma de obras da BR 116 em um trecho a cargo do 4º Grupamento de Engenharia do Exército, em Barra do Ribeiro.

A comitiva presidencial vai contar com as presenças dos ministros da Infraestrutura, Tarcísio Freitas e da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Dois deputados gaúchos também virão de Brasília a bordo do avião presidencial: o líder da bancada federal, Giovani Cherini (PL), e Afonso Hamm (PP), líder da Frente Parlamentar em defesa da BR 116.

Em junho, Jair Bolsonaro participou da Festa Nacional da Artilharia, que homenageou o marechal Emílio Luiz Mallet, em Santa Maria. O evento durou cerca de duas horas.

Ponte do Guaíba

Cherini pretende convencer Bolsonaro a sobrevoar também as obras da segunda Ponte do Guaíba. O líder da bancada gaúcha na Câmara reconhece que a agenda apertada do presidente pode inviabilizar o compromisso. A previsão do Planalto é inaugurar o empreendimento em abril de 2020.

“A vinda de Bolsonaro representa uma nova forma de governar as causas do Estado porque, na medida em que o governo priorizou quatro obras – BR 116, Ponte do Guaíba, Travessia de Santa Maria e dragagem de Rio Grande –, passamos a ter uma perspectiva de término. Senão, fica ‘ad aeternum’”, destacou Cherini.

Expointer e saúde

O líder da bancada gaúcha também aproveita o deslocamento entre Brasília e Pelotas, na companhia do presidente, a fim de reforçar o convite para que Bolsonaro participe da Expointer, que ocorre de 24 de agosto a 1 de setembro, em Esteio. Pautas envolvendo investimentos em saúde preventiva também serão discutidas.

Protesto

Embora o presidente esteja cumprindo agenda positiva na metade Sul, arrozeiros devem protestar, em algum dos pontos da comitiva, para pressionar o governo a resolver o impasse envolvendo a prorrogação das parcelas de custeio e investimento para o setor orizicola. Eles querem melhores condições para o alongamento das parcelas de custeio para plantio da lavoura.