Piratini estuda revisão de medidas sanitárias em empresa com surto de Covid-19 em Passo Fundo

Piratini estuda revisão de medidas sanitárias em empresa com surto de Covid-19 em Passo Fundo

Com 73 testes positivos e seis óbitos, município da região do Planalto é o segundo do Estado em casos de coronavírus

Correio do Povo

Com 73 testes positivos e seis óbitos, município da região do Planalto é o segundo do Estado em casos de coronavírus

publicidade

Após afirmar que Passo Fundo, segunda cidade do Estado com maior número de infectados e óbitos por Covid-19, registrou casos de contaminação em uma mesma empresa, a secretária Arita Bergmann disse, nesta quinta-feira, que a Secretaria Estadual de Saúde (SES) busca identificar quais as medidas sanitárias devem ser revistas no local de contaminação. O levantamento destes dados está sendo feito pela 6ª Coordenadoria Regional de Saúde.

“Já está sendo feito um levantamento pela 6ª Coordenadoria Regional de Saúde e pela área de vigilância do Estado para identificarmos quais as medidas sanitárias que terão que ser reforçadas nos espaços onde a transmissão está acontecendo”, explicou. Na tarde desta quinta, uma reunião com a equipe de epidemiologia do Estado tratou exclusivamente dos casos de surtos, com foco no município de Passo Fundo.

Mais cedo, Arita Bergmann e o governador Eduardo Leite amenizaram as cobranças do prefeito Luciano Azevedo (PSB), que pediu um olhar mais diferenciado ao governo estadual na distribuição de recursos ao combate à Covid-19 em Passo Fundo. Em resposta, Leite ressaltou que o governo mantém um “olhar especial” à cidade desde o início da propagação do vírus no RS. Ele ainda lembrou que o município já recebeu dez novos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) com recursos antecipados de R$ 1,4 milhão; remessas de Equipamentos de Proteção Individual (EPI), sendo a mais recente com 47 mil máscaras de proteção; e do repasse, nos meses de março e abril, de R$ 1,5 milhão em recursos do Ministério da Saúde.

A cidade da região do Planalto, com 203,2 mil habitantes, reportou o número de 73 testes positivos do vírus até esta quinta-feira, um acréscimo de 15 casos em comparação ao dia anterior. Com o registro de seis óbitos até o momento, Passo Fundo fica apenas atrás de Porto Alegre, que já possui dez vítimas fatais da doença. A taxa de ocupação de leitos de UTI adulto na macrorregião Norte, que abrange Passo Fundo, é a maior das sete regiões de saúde, com 70,6% de utilização.

Até o início da noite desta quinta, o Rio Grande do Sul possuía 1.039 casos confirmados de coronavírus e 29 mortes pela doença, distribuídos em 106 municípios gaúchos. O índice de pacientes recuperados é de 65,26% (678), sob os casos reportados. Outros 332 pacientes seguem em recuperação em isolamento domiciliar ou internação hospitalar. 

 

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895