Sem quórum, Câmara encerra sessão e não vota projeto sobre cobradores

Sem quórum, Câmara encerra sessão e não vota projeto sobre cobradores

Apenas 18 vereadores se registraram para a apreciação do texto

Correio do Povo

Projeto de lei dos cobradores foi enviado pelo Executivo

publicidade

Com apenas 18 dos 36 vereadores presentes nesta terça, a Câmara de Vereadores de Porto Alegre não registrou quórum para a votação do projeto do Executivo que extingue gradativamente a função de cobrador nos coletivos da Capital. Por conta disso, a presidente da Casa, deputada Mônica Leal (PP), encerrou a sessão, e o projeto mais uma vez não foi votado. Nas galerias, rodoviários celebraram o fato de o texto não ter sido objeto de discussão.

Dois nomes foram fundamentais para não dar o quórum. Dr: Goulart (PTB) e Lourdes Sprenger (MDB). O primeiro é a favor do projeto, mas estava no banheiro no momento de verificação, e por isso não deu presença. Já a vereadora disse que no momento da verificação de quórum estava despachando no gabinete, por isso não deu a presença. Ela diz ser a favor do projeto caso as emendas sejam aprovadas; em caso contrário, vai avaliar.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895