Agronegócio gaúcho apresenta queda de 44% no valor de exportações em maio

Agronegócio gaúcho apresenta queda de 44% no valor de exportações em maio

Em relação ao volume comercializado no mês, a redução foi de 57%

Correio do Povo

A retração ainda reverbera a estiagem do verão, que diminiu a produção do RS.

publicidade

O Rio Grande do Sul registrou queda de 44% no valor e de 57% no volume total exportado pelo agronegócio em maio, na comparação com o mesmo mês de 2021. Segundo dados divulgados pela Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul) nesta semana, a quebra maior vem da relação com a China, cuja redução chegou aos -80%.  

Na análise do economista-chefe da Farsul, Antônio da Luz, os portos fechados na Ásia, especialmente os da China, fizeram despencar as importações tradicionalmente realizadas pelos países que a compõe. Além disso, os baixos índices de vendas para o exterior seguem reverberando a grave estiagem do verão provocada pela La Niña no Estado: “Não temos tanto produto para vender como no ano passado”, completa o especialista. 

O quinto mês de 2022 fechou com 1,584 bilhão de dólares em vendas ao mercado internacional, sendo 966 milhões de dólares produtos do agronegócio, o que representa 61% do total. Em volume, o setor comercializou 1,2 milhão de toneladas, representando 86% do total gaúcho. Em relação a abril deste ano, a retração foi de 17% no valor e 14% no volume exportados. 

Nas importações, o grupo Adubos (fertilizantes) teve elevação de 87% em relação ao mesmo período de 2021, enquanto o volume caiu de 602 mil toneladas para 480 mil toneladas. 



Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895