Empresa cearense mostra conceito inovador em fertilizante na Expodireto Cotrijal

Empresa cearense mostra conceito inovador em fertilizante na Expodireto Cotrijal

Fertsan traz linha de biomoduladores enzimáticos já testados em lavouras de algodão, cana-de-açúcar, tabaco, milho e soja

Por
Correio do Povo

Em ensaios feitos em campos de soja do país, o biomodulador foi associado a um aumento de 20% na produtividade


publicidade

Estreante na Expodireto Cotrijal, a empresa cearense Fertsan apresenta aos gaúchos, na edição deste ano, em Não-Me-Toque, um conceito inovador de fertilizante, fabricado a partir do uso da nanotecnologia e destinado não só melhorar a produtividade, mas também a amplificar a saúde das plantas. A linha de biomoduladores enzimáticos, compostos de polímeros retirados de crustáceos, é pesquisada pela empresa há 25 anos e está disponível comercialmente desde 2018, depois da realização de testes nas culturas do algodão, cana-de-açúcar, tabaco, milho e soja. 

O biomodulador estimula a formação de componentes essenciais para as plantas, como açúcares, proteínas e enzimas, acelera o desenvolvimento vegetal, amplia a absorção e assimilação dos nutrientes e induz a resistência natural contra as pragas e doenças, com segurança para o meio ambiente. Luiz Eugênio Pontes, diretor comercial da Fertsan, explica que os polímeros também protegem a planta de insetos.


Em ensaios feitos em campos de soja do país, o biomodulador foi associado a um aumento de 20% na produtividade. Ao custo de R$ 120,00 o litro, o produto deve ser aplicado na proporção de 2,4 litros por hectare, em três doses de 800 ml cada.