Rodadas de negócios do Sebrae superam R$ 4,6 milhões na Expodireto
capa

Rodadas de negócios do Sebrae superam R$ 4,6 milhões na Expodireto

Resultado dos dois dias de negociações superou a expectativa da entidade

Por
Taís Teixeira

Objetivo das rodadas é dar oportunidade para pequenas empresas negociar com grandes compradores locais e nacionais


publicidade

As rodadas de negócios promovidas pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) durante dois dias na Expodireto Cotrijal resultaram em R$ 4,620 milhões em volume de negócios, superando as expectativas da entidade.

O objetivo desses encontros é dar oportunidade para pequenas empresas de todo o Estado de negociarem com grandes compradores locais e nacionais. Na terça-feira, as rodadas atraíram compradores locais de médias e grandes empresas da região, o que resultou em um volume de negócios de R$ R$ 2.250 milhões. No dia seguinte, compradores nacionais negociaram R$ 2.370 milhões.

Para o analista de articulação de projetos, Cássio Eduardo Fridriczewski, os valores são impactantes. "Um número muito significativo para as nossas empresas e acima das nossas expectativas”, afirmou.

Durante os dois dias, participaram das rodadas 19 compradores e 124 vendedores em 550 reuniões no estande do Sebrae | Foto: Mauro Schaefer

Os itens negociados são diversos, mas muitos voltados para o setor agrícola. O empresário Anderson Osterkamp de Quadra, da empresa Natur Indústria de Equipamentos, apoia a iniciativa. “A rodada de negócio é muito importante para as empresas menores com a nossa porque conseguimos nos aproximar de possíveis compradores de empresas maiores”.

Algumas exigências são necessárias para participar das rodadas de negócios. “A empresa compradora precisa fazer um cadastro para informar o que tem interesse em adquirir. Já a empresa vendedora acessa o cadastro no nosso sistema para identificar o que ela quer vender. Então, nós construímos uma agenda para as duas empresas comparecerem com horário marcado para conversar e decidir se farão ou não negócios”, explica Fridriczewski.

Outro procedimento é realizar uma pesquisa para saber o poder de compra. “Nosso intuito também é aproximar para iniciar uma conversa comercial. É importante ressaltar que muitas vezes não se trata apenas de negócios, volume financeiro não são negociações fechadas."

Durante os dois dias, participaram das rodadas 19 compradores e 124 vendedores em 550 reuniões no estande do Sebrae.