Tempo seco leva bom público ao último dia da Expodireto
capa



Tempo seco leva bom público ao último dia da Expodireto

Atual edição deve superar as intenções de negócios de R$ 2,2 bilhões registrada em 2018

Por
Halder Ramos

Movimento de público foi menos intenso do que no restante da semana, mas o tempo seco contribuiu para uma visitação expressiva

publicidade

O último dia de programação da Expodireto, nesta sexta-feira, 15, foi com sol forte em Não-Me-Toque. O movimento de público foi menos intenso do que no restante da semana, mas o tempo seco contribuiu para uma visitação expressiva. Um bom público circulou pelos 98 hectares do parque da Cotrijal.

Para o vice-presidente da Expodireto, Ênio Schroeder, os 20 anos da feira superaram as expectativas. Schroeder acredita que a atual edição deve superar as intenções de negócios de R$ 2,2 bilhões registrada em 2018. Os organizadores estimam um crescimento de 10%.

No Pavilhão da Agricultura Familiar, alguns expositores faziam promoções para esgotar os estoques. No espaço, a expectativa também é de crescimento.

O resultado oficial sobre os negócios da Expodireto será divulgado nesta sexta-feira, 15, a partir das 17h, em coletiva de imprensa.  "Temos muitos negócios a serem fechados hoje e acreditamos que essa edição vai superar o ano passado", conclui.