Lavoura do arroz enfrenta perdas pontuais

Lavoura do arroz enfrenta perdas pontuais

Situação mais crítica ocorre na região Central

Correio do Povo

publicidade

Apesar da ocorrência de perdas e deficiências hídricas pontuais, a cultura do arroz está se desenvolvendo de forma satisfatória no Estado, segundo o Boletim Periódico 02/2022 do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), que faz o acompanhamento da safra. A percepção geral dos produtores é de que o quadro vem se agravando, mas a esperança é que a chuva chegue nesta semana e amenize a situação.

O panorama mais crítico é o da Região Central, onde as lavouras irrigadas por pequenos rios e arroios já estão com vazão insuficiente. Segundo o boletim, existem plantações com dano já consolidado, sobretudo porque estão no estádio reprodutivo, fase mais crítica diante do déficit hídrico. Há estimativa de que pelo menos 10% da região esteja enfrentando problemas de irrigação.

Na Fronteira Oeste o nível das barragens está muito baixo, o que dificulta a captação de água e deixa produtores com dificuldades para irrigar suas lavouras. Na Campanha, os mananciais estão no limite. Em partes da Zona Sul e da Planície Costeira Externa a salinidade da Laguna dos Patos e seus afluentes aumentou e há produtores parando seus levantes à espera de chuva. Na Planície Costeira Interna ocorreram algumas chuvas e não há deficiência de irrigação.



Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895