Sistema da Área Azul registra 466 casos de vandalismo em 38 dias

Sistema da Área Azul registra 466 casos de vandalismo em 38 dias

Casos mais frequentes ocorrem no Moinhos de Vento e no Centro de Porto Alegre

Correio do Povo

Desde outubro, 17 terminais tiveram que ser substituídos na Capital

publicidade

O novo sistema de estacionamento rotativo de Porto Alegre, a Área Azul Digital tem sido alvo de inúmeras ações de vandalismo. Entre 5 de abril e 15 de maio, foram registradas 466 manutenções em totens (parquímetros) ocasionadas por destruição proposital dos aparelhos. Os casos mais frequentes são relacionados à obstrução dos compartimentos de cartão ou moedas com galhos e cola, quebra da tela da máquina de cartão, pichação e tentativa de arrombamento. Entre os registros mais peculiares estão a derrubada de um totem por um caminhão e depredação com objetos pesados (marreta). As imagens das câmeras de segurança são analisadas pela central de videomonitoramento para identificar os responsáveis e definir as ações de combate ao vandalismo.
 
A rua Comendador Caminha, ao lado do Parque Moinhos de Vento, é a mais atingida, com 26 registros, seguida pela avenida Alberto Bins (23), no Centro Histórico, a avenida 24 de Outubro (15), a avenida Dolores Alcarás Caldas (18), no Fórum Central, e a Fernandes Vieira (13), no Bom Fim. Outro local com frequentes problemas de manutenção devido ao vandalismo é o Viaduto Dom Pedro, junto à Praia de Belas e à avenida José de Alencar. O totem instalado neste local, responsável por 82 vagas, foi depredado repetidas vezes até ser lacrado pela empresa.
 
Segundo o diretor da concessionária Zona Azul, Claudinei Barduque, desde o início da operação, em 31 de outubro de 2018, 17 terminais tiveram que ser totalmente substituídos e cerca de 1,5 mil manutenções foram realizadas nos terminais da Capital em razão de atos de vandalismo. “A sociedade é a maior prejudicada por este tipo de crime, pois fica com dificuldade para usufruir do sistema que veio para democratizar as vagas públicas de estacionamento”, afirma Barduque. A prefeitura reforça a informação de que a utilização do novo sistema Área Azul Digital pode ser feita por meio do aplicativo Digipare em smartphones ou por computador via internet, independente do uso dos terminais.
 
A concessionária já implantou 229 novos totens para gerenciar cerca de 4,4 mil vagas compartilhadas na cidade. A Área Azul Digital busca substituir os antigos parquímetros que dependiam de moedas e se adaptar aos novos tempos das plataformas móveis e digitais. A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) sugere a colaboração da população para informar sobre flagrantes e ocorrências através no número 118 e assim fundamentar as ações de fiscalização, trânsito e mobilidade.

Principais vandalismos cometidos

- Depredação, amassamentos, quebra na tentativa de arrombamento do cofre
- Display e teclado de cartão bancário quebrados, amassados, danificados
- Botões quebrados ou avariados
- Bocal de moedas com cola, gravetos ou outros materiais
- Problemas na bobina de papel ocasionados por interferência como cola e gravetos
- Equipamento pichado
- Visor/display pichado

Área Azul digital

Aplicativo - Baixe o aplicativo Digipare no Google Play,  Apple Store ou Windows Store, faça o seu cadastro e gerencie os seus créditos pelo celular.

Internet - Compre créditos eletrônicos de estacionamento no site digipare.com.br

SMS - Utilize os créditos eletrônicos adquiridos com a plataforma gratuita de SMS. Envie uma mensagem para 27317 com digipare + 51 (código da cidade) + placa do veículo + tempo que desejar em minutos.

Telefone por ligação gratuita - Para utilizar os créditos eletrônicos já adquiridos. Ligue do fixo ou celular para 0800-9413444 e digite o código para Porto Alegre (51).

Sede da empresa - Na sede da empresa, localizada na rua Uruguai, 240, 11º andar, é possível comprar créditos e tirar dúvidas. Também é disponibilizado o e-mail contato@zonaazulbrasil.com.br e o telefone (51) 3224 7020 para atendimento aos usuários.

Cartão pré-pago - Utilize o estacionamento rotativo com créditos pré-adquiridos no seu cartão. Usuários de cartões do sistema antigo terão o crédito transferido para o novo cartão pela empresa Zona Azul Brasil.

Tarifas

- 30 minutos, R$ 1,05 (período mínimo)
- 1h, R$ 2,10
- 1h30, R$ 3,15
- 2h, R$ 4,20 (tempo máximo)

Como usar o equipamento 

- Pagamentos com moedas, cartão de débito, crédito e NFC (tecnologia de aproximação: ver disponibilidade em seu banco). 
- Pressione o botão azul tempo para iniciar a operação
- Pressione o botão verde confirma
- Digite a placa do veículo e pressione confirma
- Insira moedas, se preferir, e confirme. Ou pressione o botão azul para cartão de crédito, débito, NFC (pagamento por dispositivo de aproximação) e confirme
- Escolha o tempo e confirme
- Insira o cartão pré-pago, digite sua senha e tecle entra


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895