Cone Chinês ou cone hindu auxilia no equilíbrio do corpo, diz terapeuta
capa

Cone Chinês ou cone hindu auxilia no equilíbrio do corpo, diz terapeuta

Conforme especialista do Espaço Terapêutico Transcender, Giuliana Campos, os povos antigos acreditavam que os cones promoviam “clareza mental”

Por
Correio do Povo

publicidade

O Cone Hindu, conhecido também como Cone Chinês, é uma terapia que tem como principal objetivo a desobstrução dos canais energéticos (limpeza do campo áurico), desobstrução do ouvido, nariz e garganta, explica a diretora do Espaço Transcender, em Canoas, Giuliana Campos. "Pela medicina atual, sabemos que o cerebelo é a parte do cérebro responsável pela coordenação dos movimentos, intervindo no equilíbrio do corpo e na sua orientação. Tem papel importante na memória de curta duração, na atenção e no controle de atos impulsivos, nas emoções, nas funções cognitivas superiores, como a fala e a habilidade de planejar tarefas. Por isso, os povos antigos acreditavam que os cones promoviam “clareza mental”. Também existem indícios que os cones eram utilizados por monges do Tibet, pelos Mouros, pelos Maias e eram produzidos em folhas de pergaminho, folhas de bananeira, com cera de abelha, conforme os registros feitos pela Dra. Aparecida Enomoto", destaca a terapeuta Giuliana. 

Essa sabedoria vem sendo passada de geração em geração sem muitas escrituras deixadas, mas muitos conhecem por relatos de seus antepassados, com conhecimentos mais antigos. Os cones no Brasil já são utilizados por muitos terapeutas. É um conhecimento passado de pessoa para pessoa sem muita literatura oficial a respeito. Traz grandes benefícios nos campos físico e mental, de acordo com Giuliana.  A terapia do Cone Chinês consiste na queima do cone, o calor gerado acrescido pela suave pressão negativa agirá como um bactericida para os ouvidos e vias respiratórias, estimulando a limpeza do ouvido e excesso de mucosa. "O número de sessões pode variar dependendo do caso, mas, na maioria dos tratamentos, o procedimento deve ser feito em uma sequência de três aplicações. Um dia após o outro ou alternando os dias. Se com a sequência de três aplicações, ainda os sintomas ou dores permanecerem, pode-se aplicar o cone até que haja melhora, fazendo uma aplicação por semana", explica a diretora do Espaço Transcender.


A origem do Cone Chinês

Existem indícios de sua utilização na China, desde o reinado do lendário e sábio Huang Di, conhecido no Ocidente como “Imperador Amarelo”. Durante seu governo, ele interessou-se especialmente pela saúde e pela condição humana, questionando seus ministros médicos sobre esses assuntos. Também há informações que os gregos e egípcios utilizavam os cones para limpeza da área que contorna o cerebelo. Eles afirmavam que o uso dos cones de ouvidos proporcionava maior lucidez à pessoa, visto que ajudavam na purificação desta região da cabeça.

 

Benefícios dessa técnica:

• Acalma o sistema nervoso.
• Ativa a circulação nos ouvidos.
• Aumento da atenção, da percepção e da intuição.
• Auxilia no redirecionamento da vida.
• Cessa os sintomas físicos causados pelos desequilíbrios energéticos.
• Desintoxica os sinos.
• Desobstrui o ouvido, nariz e garganta.
• Desobstrui o sistema linfático.
• Eleva o padrão vibratório.
• Estimula o Sistema Nervoso Central (SNC) proporcionando clareza na audição e na visão,
melhorando o paladar e o olfato.
• Facilita o desenvolvimento mediúnico.
• Fortalece o sistema imunológico.
• Realinha os chakras.
• Reestrutura as funções Yin e Yang (Equilíbrio)
• Promove a centralização energética, emocional e espiritual.
• Purifica a energia.

“Suas propriedades agem de forma a realizar uma limpeza profunda, retirando e transmutando as energias negativas, combatendo e prevenindo várias doenças. Ao terminar o processo de limpeza, podem ser vistos no cone os objetos cristalizados que foram eliminados”.

Indicação do Cone a Base de Parafina:

- Perda de audição por bloqueios de secreção, renite, sinusite e otite.
- Zumbido nos ouvidos, por presença de fluidos.
- Problemas naso-faríngeos que causam catarro.
- Circulação lenta, aplicação dos cones estimula a circulação periférica dos ouvidos.
- Excesso de cerúmen, eliminado pelo calor e pelo efeito de sucção deste procedimento.
- Irritação dos ouvidos e efeito calmante.
- Náuseas, causada por labirintite, pois contribui reduzindo a pressão de fluidos responsáveis pelo equilíbrio.
- Otites – Favorece a drenagem das secreções.
- Ajuda a tirar a umidade do ouvido.
- Pressão auricular e na cabeça.
- Proporciona clareza na visão e na audição.
- Tensão nervosa – Promove o relaxamento em nível cerebral.

Contraindicação:

- Para quem tem tímpano rompido
- Cirurgia no ouvido

Mais informações podem ser obtidas no https://www.facebook.com/transcendercanoas/