Porto Alegre, segunda-feira, 22 de Dezembro de 2014

  • 05/02/2014
  • 09:09
  • Atualização: 10:27

2013 foi o sexto ano mais quente desde 1850, diz ONU

Estudo apontou que próximas gerações viverão em um mundo em que as temperaturas continuarão aumentando

2013 foi o sexto ano mais quente desde 1850, diz ONU | Foto: Justin Sullivan / AFP / CP

2013 foi o sexto ano mais quente desde 1850, diz ONU | Foto: Justin Sullivan / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

O ano de 2013 foi o sexto mais quente para a Terra desde 1850, igualado com 2007, segundo as estatísticas da Organização Meteorológica Mundial (OMM), uma instituição das Nações Unidas, publicadas nesta quarta-feira. A temperatura média na superfície de terras e oceanos superou em 0,50°C a média calculada no período 1961-1990 e em 0,03°C a média da última década (2001-2010), segundo a OMM.

"A temperatura mundial para 2013 é congruente com a tendência de aquecimento a longo prazo", disse o secretário-geral da OMM, Pichel Jarrad. "O ritmo do aquecimento não é uniforme, mas é indiscutível que se trata de uma tendência predominante. Dado o volume sem precedentes de gases do efeito estufa na atmosfera, as próximas gerações viverão em um mundo no qual as temperaturas mundiais continuarão aumentando", completou o meteorologista.

O século XXI tem 13 dos 14 anos mais quentes registrados. O recorde pertence a 2010 e 2005 (+0,55 C), seguidos por 1998, marcados pelo fenômeno El Niño. Os fenômenos de aquecimento El Niño e de resfriamento La Niña são fatores determinantes da variabilidade natural do clima. O ano de 2013 foi um dos quatro anos mais quentes sem a produção de algum destes dois fenômenos. Desde 1850 são realizadas observações meteorológicas de forma sistemática


Bookmark and Share