Porto Alegre, quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

  • 26/02/2014
  • 18:04
  • Atualização: 14:01

Polícia pede prisão temporária de suspeito de matar publicitário

Lairson José Kunzler foi assassinado quando chegava em condomínio na zona Sul de Porto Alegre

  • Comentários
  • Lucas Rivas/Rádio Guaíba

A delegada Aurea Regina Hoepel pediu a prisão temporária de pelo menos um dos envolvidos no assassinato do publicitário Lairson José Kunzler, ocorrido na última segunda-feira, na zona Sul de Porto Alegre. O total de pedidos, porém não foi revelado pela delegada.

Conforme Aurea Hoepel, as investigações estão num nível avançado. Nesta quarta-feira, a caixa do banco que entregou o malote com cerca de R$ 50 mil a vítima, antes do crime, foi ouvida na 6ª Delegacia de Polícia. A funcionária confirmou que Lairson Kunzler foi até uma area reservada do agência para receber o malote.

Como a delegada suspeita que a vítima estava sendo vigiada ainda dentro do banco, imagens do sistema de segurança da agência serão analisadas pela investigação.

O diretor de relações com o mercado da Agência Paim Comunicação estava em um veículo Honda Civic quando passou a ser seguido por uma moto com dois homens. Para a delegada, é provável que o publicitário possa ter reagido ao assalto, já que ele arrancou o veículo quando percebeu que iria ser abordado pela dupla, em frente ao condomínio onde morava. Após atirar na vítima, os criminosos fugiram em uma moto.

Bookmark and Share