Correio do Povo

Porto Alegre, 24 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
14ºC
Amanhã
14º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

26/02/2014 18:42 - Atualizado em 26/02/2014 18:52

Comando dos Bombeiros anuncia compra de 14 viaturas

Incêndio na zona Norte de Porto Alegre levou mais de 5h para ser controlado

Incêndio na zona Norte de Porto Alegre levou mais de 5h para ser controlado<br /><b>Crédito: </b> Fabiano do Amaral
Incêndio na zona Norte de Porto Alegre levou mais de 5h para ser controlado
Crédito: Fabiano do Amaral
Incêndio na zona Norte de Porto Alegre levou mais de 5h para ser controlado
Crédito: Fabiano do Amaral

No dia seguinte ao incêndio que destruiu uma loja e dois galpões na Zona Norte de Porto Alegre, o Comando do Corpo de Bombeiros do Estado anunciou que novas viaturas serão adquiridas neste ano. Serão comprados 14 veículos, entre eles, seis caminhões de combate a incêndio. A distribuição dos equipamentos ainda será definida.

O comandante da corporação, coronel Eviltom Pereira Diaz, reconheceu as deficiências da corporação e disse que o fogo poderia ter sido controlado mais rapidamente. “Temos deficiências históricas, tanto em termos de falta de equipamentos como de pessoal, mas também dependemos de empresas que entreguem caminhões adaptados para os Bombeiros”, ressaltou.

O dirigente destaca que 2,4 mil bombeiros estão na ativa e outros 400 devem ser contratados com a realização de concurso, ainda assim, o quadro não será suficiente para suprir a demanda. O edital foi publicado no início de fevereiro.

Conforme o presidente da Associação dos Oficiais da Brigada Militar, José Carlos Riccardi, o Estado tem menos da metade do número de viaturas necessárias para garantir o combate a incêndios. O oficial ressalta que antes da tragédia da boate Kiss, um relatório sobre as deficiências da corporação foi enviado ao Piratini. Apesar disso, ressalta que a crítica não é feita ao governo.

“Não temos mais o que relatar sobre falta de equipamentos. Durante o incêndio do Mercado Público, isso já estava muito claro. Porto Alegre tem uma escada Magirus enquanto deveria ter seis. A corporação também não tem plataforma, nem barcos de salvamento”, destacou.

Bookmark and Share

Fonte: Samantha Klein / Rádio Guaíba






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.