Correio do Povo

Porto Alegre, 1 de Agosto de 2014


Porto Alegre
Agora
24ºC
Amanhã
19º 29º


Faça sua Busca


Notícias > Polícia

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

31/03/2014 02:29 - Atualizado em 31/03/2014 08:03

Corpo esquartejado é encontrado em contêiner de lixo

Cadáver foi descoberto por mulher no Centro da Capital

Cadáver foi encontrado por catadora<br /><b>Crédito: </b> Fabiano do Amaral / CP
Cadáver foi encontrado por catadora
Crédito: Fabiano do Amaral / CP
Cadáver foi encontrado por catadora
Crédito: Fabiano do Amaral / CP

Um cadáver esquartejado foi encontrado, no final da noite deste domigo, em um contêiner de lixo, na avenida Alberto Bins, em Porto Alegre. O crime macabro foi descoberto por uma coletora de material reciclável, que buscava sustento no recipiente.

A mulher achou a cabeça por volta da meia-noite. Ela chamou a Brigada Militar (BM), que acionou a Polícia Civil e o Instituto-Geral de Perícias (IGP). Ao averiguar o conteúdo do contêiner, os policiais encontraram braços, pernas e tronco, enrolados em panos e ensacados, parte a parte, em sacos de lixo pretos.

O crime chamou a atenção de moradores de prédios entre as ruas Barros Cassal e Conceição, pela cena bizarra. Também despertou a curiosidade de garotas de programa que trabalham numa boate próxima. Elas indicaram para a Polícia que a vítima seria um panfleteiro de boates conhecido como Carcará.

Para o delegado João Paulo de Abreu, o mistério sobre a autoria e a motivação somente serão esclarecidos com a coleta de mais testemunhos e de resultados periciais. Havia colchas e outras roupas de cama envolvendo as peças do cadáver. Preliminarmente, o IGP avaliou que morte teria ocorrido cerca de 6 horas antes do encontro do corpo. O caso está com a 2ª DHPP.

Bookmark and Share

Fonte: Luiz Sérgio Dibe / Correio do Povo






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.