Porto Alegre, domingo, 23 de Novembro de 2014

  • 31/03/2014
  • 07:30
  • Atualização: 07:43

Funcionários da CEEE deflagram greve nesta segunda-feira

Assembleia marcada para às 10h irá avaliar proposta da empresa

  • Comentários
  • Dico Reis / Rádio Guaíba

Os funcionários da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE) deflagraram greve nesta segunda-feira, conforme anunciado na semana passada, após assembleia realizada na quinta. Segundo o presidente do Sindicato dos Eletricitários do Rio Grande do Sul (Senergisul), Danilo Garcia, a direção da empresa tem se mostrado intransigente nas negociações, apresentando propostas prontas e assinadas.

Os funcionários da companhia se reúnem às 10h para avaliar a proposta feita na sexta-feira. Eles pedem 12% de aumento para recuperação de perdas salariais em relação ao praticado no setor elétrico nacional, além de pagamento no Plano de Cargos e Salários e a manutenção do Plano de Participação nos Resultados.

Nesta manhã, aproximadamente 2,1 mil clientes ficaram sem luz no bairro Menino Deus, na Capital. A CEEE informa que o serviço está sendo restabelecido.

A CEEE lançou, na madrugada desta segunda, uma nota sobre a negociação do Acordo Coletivo para 2014-2015.

Confira o texto na íntegra:

"O processo de negociação com os 13 sindicatos que representam os trabalhadores do Grupo CEEE relativo ao Acordo Coletivo 2014-2015 iniciou em 27 de fevereiro. Desde então, foram realizadas diversas reuniões para discutir as propostas, com o objetivo de assinar o acordo no menor tempo possível, contemplando as reivindicações dos trabalhadores de forma viável às empresas. Entretanto, apesar de as negociações permanecerem em andamento com todas as entidades sindicais, uma delas, o Sindicato dos Eletricitários do Rio Grande do Sul (Senergisul), comunicou greve a partir da 0h00 desta segunda-feira, 31.

O Grupo CEEE informa que está tomando todas as medidas para que os grevistas, no exercício de seu direito de greve, não impeçam os demais trabalhadores de cumprirem suas jornadas. O objetivo é garantir a continuidade da prestação dos serviços públicos essenciais de energia elétrica das empresas do Grupo CEEE a toda a população gaúcha, além de não afetar as obras em andamento.

É importante ressaltar que a Diretoria do Grupo CEEE ofereceu reajustes de salários e benefícios compatíveis com a atual realidade financeira das empresas CEEE-D e CEEE-GT associada ao momento conjuntural do setor elétrico brasileiro. A oferta é de aumento do valor do bônus alimentação dos atuais R$ 800 para R$ 845 e do reembolso do plano de saúde de R$ 275 para R$ 295, além da reposição do INPC (5,38%) no salário básico de todas as categorias. A Diretoria salienta, ainda, que esta foi a quarta proposta apresentada aos sindicatos num esforço extremo da Empresa de manter a normalidade e o cumprimento das suas obrigações dos contratos de concessão das empresas públicas perante a sociedade gaúcha."

Bookmark and Share


TAGS » Geral, CEEE