Porto Alegre, 01 de Julho de 2015

Inter terá Nilton na zaga amanhã

Postado por Hiltor Mombach em 30 de junho de 2015 - Esportes

O Inter para encarar o Sport nesta quarta-feira:
Muriel; Léo, Nilton, Alan Costa e Geferson; Nico Freitas, Wellington Martins, Jorge Henrique e Valdivia; Nilmar e Rafael Moura.




“Parem de publicar inverdades ou meias verdades. Parem de laborar em desinformação”

Postado por Hiltor Mombach em 30 de junho de 2015 - Esportes

Por Antonio Carlos de Azambuja

Embutida em noticia veiculada dias atrás , na imprensa e aqui neste Face, sobre o futuro previsto para a empresa Grêmio , Gestão e Administração Ltda., conhecida como Grêmio Empreendimentos Ltda. – aparece uma insólita e enigmática expressão, qual seja , “sem operar desde 2013, a empresa passou por uma auditoria para provar aos bancos a inexistência de despesa fluvial.”
Gostaria de entender.
Primeiro: “despesa fluvial” é aquela que vem ou vai de canoa, rio acima ou rio abaixo ? .
Segundo: a empresa nunca apresentou balanços, desde que foi constituída, em julho de 2010.
Faltam só quatro, portanto.
Terceiro: a referida auditoria não foi realizada, está andando em velocidade baiana, cozinhada em fogo brando, ou, sem noticias, a reboque de uma Comissão de Conselheiros nomeada pelo presidente do CD em março de 2014, há exatos 16 meses.
Quarto: o seu Capital, R $ 2.372.000,00, está no momento invisível, não se sabendo (o CD e o mundo ocidental) que rumo tomou.
Quinto: trata-se de um sociedade empresária, tratada equivocadamente como sociedade simples que só deu despesas, quiçá prejuízos econômico-financeiros ao clube.
Um factoide.
A sua história completa está em gremiopatrimonial.blogspot. com. para quem quiser – junto com os quinze mil visitantes – conhecer uma parte dos porões desse incensado Projeto Arena, cheio de glórias midiáticas.
Viveu sob o signo do desperdício e da inutilidade.
Sem falar nas irregularidades e infringências legais.
De outra parte, mais importante que a noticia do suposto aval do Banrisul ao Grêmio, para atender às garantias do financiamento daqueles Jardins Suspensos da Zona Norte de Portinho, seria, para o povo gremista, que o presidente Romildo – um homem de fé – viesse a público explicar esse anunciado negócio da China.
Induz-se, pelo noticiado, que se pretende trocar o Olímpico – um bem de raiz que, por sobre a sua emblemática história, sustenta o valor dos títulos patrimoniais do clube– por mera licença para a prática de tarefas ordinárias gerenciais ou promocionais no empreendimento, visando unicamente a sobrevivência, por vinte anos, dessa aventura em que nos metemos.
Gerações construíram a obra do Bairro Medianeira, a qual , neste momento, ainda é a única coisa que temos de verdade depois de meia dúzia de anos nessa tumultuada travessia para os confins de Humaitá.
Parem de publicar inverdades ou meias verdades.
Parem de laborar em desinformação.
A entrega do Olímpico só pode se dar em troca da propriedade sobre o terreno de Humaitá (propriedade da Karagounis e da OAS 26), onde assenta o novo estádio, bem como dos créditos pertinentes aos direitos de superfície constituídos sobre ele (titularizados pela Arena Porto Alegrense) .
Vale dizer: patrimônio contra patrimônio.
Não nos enrolem.
Já cometeram o crime de autorizarem a demolição do velho estádio sem que o contrato, melhor, as obrigações da OAS, estivessem cumpridas. Chega.
Nossa dignidade tem de entrar em campo.
P.S.: Se querem convencer que a troca já aconteceu, mostrem a Matrícula do imóvel de Humaitá. Está na 4ª Zona do CRI.





Grêmio, 33,3% como visitante / Inter, 20%

Postado por Hiltor Mombach em 30 de junho de 2015 - Esportes

Bastou ganhar uma partida fora para o Grêmio subir para 33,3% de aproveitamento como visitante.
O Inter em 20%.
Os melhores neste critério são Atlético Mineiro e e Avaí com 58,5%.
O pior é o Joinville, 0%.
Empatados em segundo lugar com 86,7% de aproveitamento como mandantes aparecem São Paulo, Atlético Paranaense e Grêmio.
Avaí, Vasco da Gama, Flamengo, Cruzeiro, Joinville e Goiás são os piores mandantes do Brasileiro até agora: 33,3% de aproveitamento.
Na lanterna e com apenas 14,8% de aproveitamento o Joinville é neste momento o candidato mais forte ao rebaixamento.




Inter pensou em colocar os salários dos jogadores no Portal

Postado por Hiltor Mombach em 30 de junho de 2015 - Esportes

O Inter pensou em lançar no Portal da Transparência o salário dos jogadores.
Desistiu.
Motivo principal: serviria de parâmetro para a pedida de futuros contratados.
Deverá estar no Portal o valor devido a todos os empresários.
E o dinheiro recebido por cada um.




Da renda bruta, quanto sobra?

Postado por Hiltor Mombach em 30 de junho de 2015 - Esportes

Quanto sobra limpinho para o Internacional da renda de uma partida na Libertadores? Descontando taxas, só a Conmebol come 10%, impostos, que não são poucos mais o registro da contribuição dos sócios, sobram cerca de 30% do valor bruto.
O custo para abrir o estádio Beira-Rio num grande jogo é de R$ 714 mil.

HIltor, correção: Onde está R$ 714 mil leia 174 mil.




Sócio colorado pode estar ajudando a pagar empréstimo

Postado por Hiltor Mombach em 30 de junho de 2015 - Esportes

Escrevi ontem que o Inter deve RS 2 milhões para Bolatti, R$ 9 milhões para Forlán e R$ 7 milhões para Scocco. Há outras dívidas, algumas oriundas de 2011.
Sobre Scocco: o clube deveria ainda uma comissão por intermediação de R$ 2 milhões.
A gestão Piffero teria pago mais de R$ 10 milhões aos bancos por conta de empréstimos tomados na gestão anterior de R$ 45,8 milhões: R$ 36,8 milhões a curto prazo e R$ 8,6 milhões a longo (arredondando).
O Internacional estaria pagando o empréstimo (cerca de R$ 4 milhões/mês) sem atraso até aqui.
Talvez seja possível checar nesta semana no Portal da Transparência do clube, que será atualizado com informações prestadas ontem no Conselho Deliberativo, se o dinheiro para pagar o banco está saindo da mensalidade dos sócios.
Agora o Inter tomará  R$ 44 milhões emprestados, talvez pagando da mesma forma, com a grana do associado.




A Arena, o Olímpico e os interésses

Postado por Hiltor Mombach em 30 de junho de 2015 - Esportes

São muitos os interessados em que se revolva de uma vez o imbróglio envolvendo Grêmio, empreiteira e bancos.
Há dinheiro em jogo e um terreno valorizadíssimo na Azenha, o do Olímpico, esperando pela construção de espigões.
A pressa, a pressão, os interesses e interésses e uma leitura superficial de contratos levaram o clube a realizar uma péssima parceria com a ISL e, até aqui, um mau negócio com a OAS.
Por interésses irão sugerir, se já não sugeriram, a troca da gestão deficitária até aqui da Arena pelo Olímpico, como se isto representasse a troca de chaves.

A direção tem que tomar a proposta como uma ofensa.
A área da Azenha é hoje único trunfo mantido na gestão de Fábio Koff na briga contra a OAS.




Para ser comemorado

Postado por Hiltor Mombach em 29 de junho de 2015 - Esportes

Do site do Tribunal de Justiça

Com o arquivamento de um suposto caso de conduta inconveniente – sem prova audiovisual e identificação de vítima - no jogo de ontem (28/6), no Beira-Rio, o mês de junho se encerra com apenas um caso de violência computado pelo Juizado do Torcedor nos jogos da dupla grenal.

Internacional e Santos foi a sexta partida realizada nos estádios dos clubes no período, incluindo um amistoso da seleção brasileira. O registro isolado de violência pelo Juizado aconteceu no dia 7, marcado por agressões entre torcedores do colorado; a medida cautelar que suspende as atividades da torcida organizada Nação Independente ainda vigora.

Entre as demais ocorrências (condutas inconvenientes e desobediências), nenhuma por consumo ou porte de drogas. O Juizado do Torcedor atua desde 2008 em Porto Alegre.




Sobre Alisson: culpa o aquecimento?

Postado por Hiltor Mombach em 29 de junho de 2015 - Esportes

O Inter sofreu duas baixas ontem ainda na primeira etapa. Alisson sentiu uma desconforto muscular no músculo posterior da coxa esquerda, e Alan Ruschel torceu o tornozelo direito.
Alisson sentiu num lance comum, ao chutal uma bola para a lateral.
Eram apenas 10min do primeiro tempo.
Deve ter saído para não agravar a lesão.
Na maioria daz vezes isto costuma acontecer quando o jogador ainda está “frio”.
Culpa o aquecimento?




Inter, petição pública

Postado por Hiltor Mombach em 29 de junho de 2015 - Esportes

http://www.peticaopublica.com.br/psign.aspx?pi=Socio-deliberativo-1




Inter pode ajudar Grêmio a ser líder

Postado por Hiltor Mombach em 29 de junho de 2015 - Esportes

O Brasileiro terá rodada importante na quarta-feira.
O Grêmio joga na Arena contra um Cruzeiro que vem caindo pelas tabelas (ontem perdeu para o Coritiba) e o Inter encara o líder Sport na Ilha do Retiro.
Uma vitória do Inter, uma do Grêmio  e com resultados  combinados o time treinador por Roger por terminar na liderança.




O Grêmio e a receita de bolo

Postado por Hiltor Mombach em 29 de junho de 2015 - Esportes

Futebol não tem receita certa, como a de bolo.
Mas há algumas regrinhas básicas que, se adotadas, podem dar certo.
Uma delas é a seguinte.
Se não há dinheiro para contratar jogadores de qualidade inquestionável, use os da base, os chamados da prata da casa, quase sempre identificados com a tradição do clube.
Vão suar a camiseta pelo menos.
Roger veio da fase do Grêmio e é sabedor disto. No sábado, mandou a campo um time com cinco garotos.
Tiago, Marcelo Hermes, Wallace, Luan e Pedro Rocha começaram o jogo contra o Avaí na Ressacada.
Aos 37s, Pedro Rocha marcou o gol mais rápido do Brasileiro.
Aos 9min, Luan ampliou. O Avaí acordou depois dos 30min finais, foi melhor no segundo tempo e descontou numa penalidade.
Primeira vitória fora de casa do Grêmio, que está em 5º mas com o mesmo número de pontos do vice-lider, o Galo, 17.
Na quarta tem Grêmio x Cruzeiro na Arena. Jogaço.