Porto Alegre, 20 de Agosto de 2014

Voltando pra casa

Postado por Hiltor Mombach em 19 de agosto de 2014 - Esportes

voltando-pra-casa




Novo patrono do Grêmio

Postado por Hiltor Mombach em 19 de agosto de 2014 - Esportes

Postado por Gremio Monumental no Grêmio Monumental

Está agendada nova reunião do Conselho Deliberativo para dia 2 de Setembro próximo com a pauta de referendar indicação já há muito merecida do ex-presidente Hélio Dourado ao cargo honorífico de PATRONO DO GRÊMIO.

Há mais de cinco anos já se debate nos bastidores do CD sobre essa designação.

Infelizmente, por razões políticas e outras inconfessáveis, esse que é uma lenda viva do Clube, vinha tendo postergada essa indicação.

A maior das justificativas – no grupo das inconfessáveis – era a de que ele se opunha rigorosamente ao negócio ARENA…

Agora, já consagrada sua tese de que o negócio era muito ruim e que quase leva o Grêmio a ruína, após ter-se corrido o risco de não prestar-lhe essa justíssima homenagem em vida, finalmente aos oitenta e quatro anos deverá receber dos verdadeiros gremistas o galardão.

O homem que dedicou como ninguém sua existência ao Clube do coração, que presidiu o  Grêmio por seis mandatos consecutivos, que tornou o Olímpico em Monumental, que levantou o primeiro título brasileiro, encaminhando o Grêmio às grandes conquistas no plano mundial, que trouxe para o Clube Fábio Koff em 1976, precisará de um quorum de 3/5 do TOTAL DO CD – não dos presentes (!…), para ter homologado esse título.

Esperamos que todos os conselheiros não se deixem levar por sentimentos menores e se façam presentes a essa histórica Reunião.




Pós-Copa: ninguém na frente do Inter

Postado por Hiltor Mombach em 19 de agosto de 2014 - Esportes

O Brasileiro teve seis partidas depois da Copa do Mundo. Foram disputados 18 pontos. Pontuação de cada um: Internacional, 15 pontos; Cruzeiro, 14; Corinthians, 12; São Paulo, Fluminense e Atlético-PR, 10; Flamengo, 9; Sport e Vitória, 8; Grêmio e Botafogo, Santos, Bahia e Chapecoense, 6; Coritiba, Goiás e Criciúma, 5 e Palmeiras, 1.
O Cruzeiro tinha 70% de aproveitamento antes da Copa do Mundo e, depois da Copa, saltou para 77%. Já o Inter aparecia com 59% e na volta do Mundial passou a ter excelentes 83%.
O aproveitamento do Grêmio era de 55% antes da Copa do Mundo e, depois, caiu para 38%. Depois do Mundial no Brasil o Palmeiras tem aproveitamento de apenas 5%.




O líder em casa

Postado por Hiltor Mombach em 19 de agosto de 2014 - Esportes

O Cruzeiro, líder do Brasileiro e adversário do Grêmio nesta quinta-feira, disputou 18 partidas como mandante nesta temporada: ganhou 14  e empatou  quatro.
No Brasileirão,venceu  os seus cinco compromissos realizados no Mineirão: 3 a 2 no Coritiba, 2 a 0 no Sport, 3 a 1 no Vitória, 5 a 0.
Depois de 44 dias, Felipão voltará a trabalhar no palco da maior humilhação de sua carreira, a goleada contra a Alemanha, por 7 a 1, na semifinal da Copa do Mundo.




A turma do G-5

Postado por Hiltor Mombach em 19 de agosto de 2014 - Esportes

Notícia ruim: o vice-líder Inter encarou quatro times da turma do G-5 e não venceu nenhum. Perdeu contra Cruzeiro e Corinthians e empatou contra o Flu.
A boa: já enfrentou os bambambãs até aqui no Brasileiro.
Nesta quarta-feira encara o quinto colocado, o São Paulo.
Abel não terá os volantes titulares, Willians e Wellington.
Ygor está confirmado.
Ele e quem?
Talvez Aránguiz atue mais recuado, na segunda função, com Jorge Henrique na equipe.




Ataque colorado

Postado por Hiltor Mombach em 19 de agosto de 2014 - Esportes

A campanha do Inter vem sendo melhor do que as atuações.
As cinco vitórias enfiadas foram obtidas com uma goleada incontestável contra o Flamengo, um desempenho satisfatório no Gre-Nal no segundo tempo e três resultados apertados (Bahia, Santos e Goiás) com apresentações nada convincentes.
Os indicativos hoje, porque amanhã é outro dia, são de que o sistema defensivo, que ia assim, assim, com Paulão, melhorou com Ernando.
São cinco jogos sem levar gol.
E de que o meio está encaixado quando jogam Willians e Wellington mais D’Ale, Aránguiz e Alex.
Mas, e há sempre um mas em tudo, o ataque, que em nenhum momento foi lá estas coisas, dá sinais de que não irá melhorar.
O Inter marcou nove gols nos últimos cinco jogos.
Rafael Moura guardou dois.
No total, o atacante anotou quatro em 11 partidas pelo Brasileiro.
Em média, um gol a cada 3,6 encontros.
Exagerando, diria que para colocar a bola na rede ele tem que estar com o gol escancarado.
Alguém dirá que ele é bom em assistências.
Foram apenas duas em 11 jogos.
Os meias D’Alessandro e Aránguiz marcaram três gols cada.
Rafael Moura também finaliza pouco.
No ranking dos atacantes da Placar ocupa a 21ª posição, atrás de Wellington Paulista, 18º.




Grêmio, a volta do vice de futebol

Postado por Hiltor Mombach em 18 de agosto de 2014 - Esportes

Do site do Grêmio.

O Grêmio voltará a ter o cargo de vice-presidente de Futebol a partir das eleições de 2016. A decisão ocorreu durante sessão extraordinária do Conselho Deliberativo do Clube na noite desta segunda-feira, no Salão Nobre do Estádio Olímpico. Esta foi a única proposta aprovada das 11 apresentadas no colegiado para alterações estatutárias.

O texto apreciado e deliberado por 208 conselheiros continha o seguinte teor: “Criação do cargo de Vice-Presidente de Futebol, de livre nomeação e destituição pelo Presidente do GRÊMIO, que terá direito de participação das reuniões do Conselho de Administração, porém, sem direito a voto”.

A partir da aprovação da mudança, uma assembleia geral será convocada pelas lideranças do Clube para concordância dos associados. Sendo assim, a criação do cargo de Vice-Presidente de Futebol só será instaurada oficialmente nas eleições de 2016.

Na noite de hoje, foram votadas e rejeitadas também as seguintes propostas de modificações no estatuto:

- Alteração do tempo de mandato dos membros do Conselho de Administração, vedada a reeleição, e instituição de travas ao exercício do mandato, bem como alteração da data da eleição do Conselho Deliberativo.

- Alteração do tempo de mandato dos membros do Conselho de Administração e eleições coincidentes (mesmo exercício) para o CA e CD.

- Institucionalização dos Movimentos Políticos.

- Criação de Diretorias Executivas como Órgãos do GRÊMIO, com atribuições e metas fixadas pelo Conselho de Administração.

Na sessão da última segunda-feira, já haviam sido rejeitadas também as seguintes propostas:

- Redução da cláusula de barreira para a eleição do Conselho Deliberativo de 20% para 10%.

- Obrigatoriedade de destinação às Categorias de Base de, no mínimo, 10% do orçamento destinado ao Departamento de Futebol Profissional.
- Responsabilização pessoal dos membros do Conselho de Administração por atos má-gestão.

- Ampliação dos direitos dos familiares inscritos.
- Instituição da obrigatoriedade de reunião ordinária da Assembleia Geral para receber o relatório anual de atividades do Conselho de Administração e Conselho Deliberativo.

- Instituição da obrigatoriedade de aprovação pelo Conselho Deliberativo para a antecipação de receitas de períodos posteriores ao mandato do Conselho de Administração.

O cargo de vice-presidente de Futebol foi retirado do Estatuto do Grêmio em 2005.




Copa do Brasil, jogos de ida

Postado por Hiltor Mombach em 18 de agosto de 2014 - Esportes

Botafogo x Ceará

Vasco x ABC

Coritiba x Flamengo

América de Natal x Atlético Paranaense

Cruzeiro x Santa Rita/AL

Palmeiras x Atlético Mineiro

Bragantino x Corinthians

Grêmio x Santos

Chaveamento das oitavas de final da Copa do Brasil não reservou clássicos regionais. Corinthians e Palmeiras podem se encontrar nas quartas




NADA MUDOU AINDA…

Postado por Hiltor Mombach em 18 de agosto de 2014 - Esportes

Está em http://www.gremiomonumental.com.br/

Por Flavio Jacobus – Conselheiro do GFPA

 

Pois não é de hoje que se ouvem críticas reiteradas ao Conselho Deliberativo do Grêmio.

Lembremos que há muito tempo atrás, se dizia que seus membros pertenciam a feudos; era o grupo do ex-presidente fulano, beltrano e ciclano…
Mais, se dizia também, com propriedade, de que as reuniões do Conselho eram feitas apenas para ratificar as decisões já tomadas pelos “Cardeais”…
Aí, justamente, iniciaram-se há alguns anos os Movimentos reivindicando maior democratização nas decisões desse Órgão através da pluralização na composição de seus membros.
Está na memória de todos os gremistas que acompanham a política do Clube, de que uma das maiores críticas era a omissão dos Conselheiros, seja no quesito presença física, seja na participação efetiva nas reuniões.
Não foram poucas as vezes em que a imprensa divulgou o baixo quorum às reuniões do CD.
Várias proposições de alterações estatutárias foram encaminhadas, algumas aceitas e implementadas.
Dentre essas, as mais importantes:
a) Redução da Cláusula de Barreiras
b) Criação do voto do associado via correspondência
c) Implementação do direito de voto do suplente na ausência do titular
Vários grupos políticos surgiram então, proliferando propostas de maior renovação, participação e compromisso dos Conselheiros.
A cada eleição cresciam as críticas de parte a parte entre os Grupos, acusando-se mutuamente de omissos.
O que se constatou a partir daí: Desde 2007, passando por 2010 e chegando a 2013, a cada renovação do CD, dezenas, quando não centenas de novos nomes passaram a compor o Plenário representativo dos gremistas.
E que resultado observamos nesse período?
Em Dezembro de 2008, já arejado, os novos cristãos aprovaram quase por unanimidade – com apenas um voto contrário – o malfadado Contrato com a OAS.
Levados pelo canto das sereias, pensaram estar aprovando o maior negócio da história do Grêmio. Iríamos trocar pura e simplesmente um “velho estádio em ruínas(…)” por uma das mais majestosas Arenas já vistas no mundo…
Bem, de lá para cá todo mundo já conhece as consequências desse negócio:
O Grêmio, tendo abdicado de muitas de suas receitas, hoje enfrenta o maior déficit de sua história.
Não se trata de chorar sobre o leite derramado, nem de querer achar culpados.
Simplesmente, precisamos olhar para trás identificando os erros para não voltar a comete-los…
Hoje o CD está arejado como nunca; e o que mudou?
Aqueles que rugiam nas campanhas eleitorais apontando o dedo aos Conselheiros Omissos, são os que agora chegam às reuniões do CD e, após iniciados os trabalhos, vão saindo do plenário silenciosamente, um a um, até que ao final da reunião, haja menos da metade dos que assinaram a lista de presença…
As perguntas que não querem calar são:
- Por que esses lutam tanto para estar em boas posições nas chapas?
- Será que não podem dedicar pelo menos uma noite por mês – se muito – ao    seu Clube do coração?
- Será que querem apenas o Status de Conselheiros?
- Ou existem outros interesses?…




CBF explica troca de Volkswagen pela GM

Postado por Hiltor Mombach em 18 de agosto de 2014 - Esportes




Lucas Coelho

Postado por Hiltor Mombach em 18 de agosto de 2014 - Esportes

Muito rápido, Coelho foi decisivo na abertura do placar, pois sofreu a penalidade convertida por Luan, e ele mesmo ampliou, num chute preciso de fora da grande área no começo do segundo tempo.
Deixou o gramado aos 25min  ovacionado. Giuliano entrou em seu lugar.




Recomposição

Postado por Hiltor Mombach em 18 de agosto de 2014 - Esportes

Felipão não inventou ontem.
Colocou Zé Roberto na lateral, entrou com três volantes (entre eles Ramiro, lateral no Gre-Nal) e deu chance para o menino Lucas Coelho na vaga de Barcos, machucado. Barcos não deixou nenhuma saudades.