Porto Alegre, 31 de Julho de 2015

Piriri…

Postado por Hiltor Mombach em 31 de julho de 2015 - Esportes

comendoNApanela




Língua presa

Postado por Hiltor Mombach em 31 de julho de 2015 - Esportes

 




Minas, uai!

Postado por Hiltor Mombach em 31 de julho de 2015 - Esportes

O Galo aplicou 3 a 1 no São Paulo em jogo válido pela 16ª rodada do Brasileiro.
Foi para 35 pontos.
Está dois pontos na frente do Corinthians, que aplicou 3 a 0 no Vasco da Gama.
São seis rodadas na liderança.
Tem 81,5% de aproveitamento como mandante e espantosos 61,9% como visitante.
Para o site Infobola, mantido pelo matemático Tristão Garcia, o Galo tem neste momento 40% de chance de ser o campeão.
O Corinthians aparece com 26%.
O Cruzeiro foi o primeiro campeão do Brasileiro por pontos corridos, isto em 2003.
Depois, só equipes de São Paulo e do Rio de Janeiro se revezaram na conquista de taças.
O Cruzeiro voltou a ganhar em 2013 e, no ano passado, faturou o tricampeonato nesta modalidade de pontos corridos.
Agora, o Galo mostra que pode chegar lá.
Enquanto isto, nadica de nada para Internacional e Grêmio.
Os gaúchos têm se contentando com vaga na Libertadores.




Fala, Piffero! Fala, Nilmar!

Postado por Hiltor Mombach em 31 de julho de 2015 - Esportes

Piffero, não vai muito tempo:
“Não vou vender aqueles jogadores que são nossas estrelas. Já disse isso para duas ou três pessoas que me procuraram sendo representantes desse ou daquele clube.
Eu disse que não tinham preço”.
Dedução: os que estão saindo não eram estrelas.
Nilmar, dias atrás:
“Eu sempre deixei bem claro que quero ficar.
Ouvi coisas de que tem jogadores querendo sair.
Eu vim para cá e não vai ser o dinheiro que vai me tirar daqui.
Fiz contrato de três e poderia ter feito até de quatro”.
Bom jornalista confia no faro, não em palavras.




Inter e o processo de desmonte

Postado por Hiltor Mombach em 31 de julho de 2015 - Esportes

Nilmar foi negociado para o Al Nasr.
Ganham jogador e o Inter.
Um irá faturar mais dinheiro lá fora; o Inter economiza o salário polpudo para um atacante que se machucava com frequência.
Nilmar foi recontratado em setembro de 2014.
Neste período, disputou 35 partidas, com 10 gols.
De quebra, Nilmar vinha barrando, no carteiraço, a escalação de Sasha.
Geferson está por sair.
Deixará nos colorados cofres cerca de R$ 23 milhões.
É outro que não faltará falta.
Aránguiz está de saída.
Ótimo jogador, mas completamente ausente depois da Copa América.
Sem compromisso com a camiseta.
É o processo de desmonte em andamento.




Rápidos no gatilho

Postado por Hiltor Mombach em 30 de julho de 2015 - Esportes

O site oficial do Al Nasr anunciou nesta quinta-feira a contratação de Nilmar.
O clube dos Emirados Árabes foi mais rápido no gatilho.
Até agora não há nem uma notinha sobre a negociação no site do Inter.




Nilmar negociado

Postado por Hiltor Mombach em 30 de julho de 2015 - Esportes

No Instagram do Al-Nasr

No site : Al Nasr FC chega a um acordo com o Internacional para transferir Nilmar




Novas medidas dos campos de futebol

Postado por Hiltor Mombach em 30 de julho de 2015 - Esportes

Boa tarde Hiltor,
posso até sendo chato com essa minha tese das novas medidas dos campos (105 x 68), mas sente-se numa cadeira e prepare-se para esse números.
Pesquisando sobre os números do Grêmio na era Olímpico e depois na era Arena, minha tese está cada vez mais a ser provada.
Fiz uma pesquisa sobre o Grêmio, que no Olímpico as goleadas eram corriqueiras.
Para não ter dúvida alguma, pesquisei inclusive o pior ano do Grêmio, 2004, ano do rebaixamento.
A média que considero é a da quantidade de gols por jogo, ou seja, os gols do Grêmio e do adversário.
Olímpico:
2004: 3,45
2011: 3,46
2012: 3,02
Arena:
2013: 1,87
2014: 1,64
Parece que simplesmente em janeiro de 2013, uma fada madrinha largou uma mágica na Arena e a média cai 53%.
A qualidade do espetáculo então nem se fala.
Para se ter uma ideia, quando a média de gols cai 0,20, por exemplo de 2,78 para 2,58 é considerado um absurdo.
O que dizer então de 3,02, 3,46, para 1,87 e 1,64.
Contra fatos não há argumentos.
É possível jogar com essas medidas?
Com certeza.
Mas isso é para equipes da Europa, por exemplo Barcelona.
Com esses jogadores que temos aqui, esqueçam.
Até as seleções na Copa América sentem as medidas.
Jogos feios de assistir.
Somente joga nessas medidas quem tem os seguintes itens:
Todos os jogadores habilidosos (inclusive os zagueiros), tempo de treinamento/entrosamento e jogadores a bastante tempo no clube.
Fora disso, esqueçam.
E quem pode ter isso?
No máximo a Europa.
Eu disse no máximo.
Como vamos ter entrosamento se as equipes no Brasil vendem jogadores todos os dias para bancar a inchada folha salarial?
Adriano Tonin




Inter tem proposta de R$ 14,7 milhões por Fabrício / Outros negócios

Postado por Hiltor Mombach em 30 de julho de 2015 - Esportes

Está na mesa de Piffero uma proposta de quatro milhões de euros por Fabrício.
São R$ 14,7 milhões hoje.
O lateral está emprestado ao Cruzeiro.
Geferson deve ser negociado até a próxima semana.
Aránguiz trata do salário com os ingleses.
Tem até amanhã para dizer sim ou não.
Se não for para o Leicester, fica no Inter.




Inter: empréstimo bancário sai em agosto e tem como garantia dinheiro do quadro social

Postado por Hiltor Mombach em 30 de julho de 2015 - Esportes

O pedido de empréstimo bancário de R$ 43 milhões já foi aprovado por todas as comissões internas do Inter.
Até o final do agosto estará liberado, pois faltam resolver pequenos problemas burocráticos.
Como garantia o Inter deu alguns ativos, como o dinheiro arrecadado com o quadro social.
O primeiro vice eleito e comandante das finanças coloradas, Pedro Antonio Affatato, afirma que apenas com o dinheiro do banco será possível tocar o clube sem maiores problemas até o final do ano.
Lembrando que o Inter deve faturar mais de R$ 50 milhões com a venda de jogadores.
Só Aránguiz deixará nos cofres cerca de R$ 30 milhões.
O dinheiro servirá para pagar fornecedores, principalmente, e amortizar dívidas.
O Inter já amortizou este ano R$ 30 milhões de dívidas herdadas da gestão passada.
Affatato garantiu que os salários dos jogadores estão em dia e que o direito de imagem “pode sofrer eventualmente alguns dias de atraso”, mas negou atraso de mês ou meses.
Ele afirma ainda que as finanças desta gestão estão equilibradas.




Grêmio: remédio amargo numa tacada só

Postado por Hiltor Mombach em 30 de julho de 2015 - Esportes

O Grêmio apresentou um déficit de cerca de R$ 40 milhões no primeiro semestre de 2015. Justifica-se: lançou de uma vez só todas as rescisões e acertos (Moreno, Barcos…) , inclusive os R$ 14 milhões do acerto judicial com Kleber.
Aplicou de uma vez só o remédio amargo e isto inflou o balancete.
Pedalou o pagamento de R$ 36 milhões até 2018, dando fôlego ao fluxo de caixa, e já montou seu condomínio de credores.
O incêndio está sendo apagado aos poucos.

Mesmo herdando rescisões pesadas o Grêmio espera fechar o ano com o mesmo déficit de 2014, cerca de R$ 31 milhões.
A gestão terminará o ano equilibrada.
Não se leva em conta aqui o passivo histórico, boa parte dele renegociado com o governo federal.
Resumo da ópera:
Romildo Bolzan está se saindo melhor do que a encomenda.




Aránguiz e a fina ironia

Postado por Hiltor Mombach em 30 de julho de 2015 - Esportes

Diálogo deste blogueiro com um empresário da DIS.
_ O amigo poderia me dizer o que acontecerá caso o Aránguiz não aceite a proposta inglesa?
_ Seguirá titular do Internacional, onde tem a admiração de todos.
Vamos aguardar uma nova oportunidade para negociá-lo.
Não temos pressa nenhuma.
_ É Leicester ou Inter?
_ É um negócio. A DIS e o Inter pediram 15 milhões de euros e eles chegará lá.
Não podemos aceitar 9 milhões, não é?