Agenda musical tem Sarau ‘Elas’ e mulheres no samba RS

Agenda musical tem Sarau ‘Elas’ e mulheres no samba RS

Loma e Tatiéli Bueno no Sarau Especial HeForShe e live de Glau Barros com a pesquisa ‘Sambaobá’ são atrações desta quarta-feira

Correio do Povo

Glau Barros mapeou a presença de mulheres compositoras, em cinco cidades gaúchas, em “Sambaobá – a Raiz Feminina do Samba”, projeto que tem lançamento com live com a participação de Pâmela Amaro e Guaíra Soares.

publicidade

“Elas” é o Sarau Especial com Loma e Tatiéli Bueno que ocupará o Vestíbulo Nobre da Assembleia Legislativa, hoje, às 19h, em uma parceria com o Comitê Gaúcho HeForShe, na campanha “Máscara Roxa”. A iniciativa possibilita às mulheres vítimas de violência doméstica fazerem denúncias em farmácias, para que se combata o elevado número de casos verificados na pandemia, quando as mulheres convivem mais com os agressores. O evento terá transmissão pela TV AL, YouTube e Facebook do parlamento gaúcho, assim como no Bairrista.

No repertório, músicas de compositores que fazem referência não só à figura feminina, mas suas lutas, verdades e resiliências, como “Tigresa” (Caetano Veloso); “Olhos nos Olhos” (Chico Buarque); “Velha Louca” (Malu Magalhães); “Alma Feminina” (Mikael Mutti/Aila Menezes); “Xote das Meninas” (Luiz Gonzaga/Zé Dantas); “O Meu Lugar” (Loma Pereira/Cao Guimarães/Rene Duque). Elas estarão acompanhadas por Éder Bergozza (piano), Tiago Andreola (contrabaixo), Mateus Mussato (bateria) e André Viegas (guitarra/violão).

Às 20h, a atriz e cantora Glau Barros divulga pesquisa na qual investiga a presença de mulheres no samba no RS, em seu YouTube, com a participação das compositoras Pâmela Amaro e Guaíra Soares. No projeto “Sambaobá – a Raiz Feminina do Samba”, ela mapeia e divulga a presença de mulheres compositoras, nas cidades de Gravataí, Pelotas, Uruguaiana, São Borja e Rio Grande. 

O samba, gênero genuinamente brasileiro, é símbolo de luta e resistência da cultura diaspórica negra. Mas infelizmente sua voz, através da história, é quase que predominantemente masculina”, diz a artista. As demais lives estão programadas para as quartas-feiras, até 25 de agosto. Completa a iniciativa, a produção de podcasts contendo as entrevistas com as compositoras pesquisadas, privilegiando o seu processo criativo e encerrando com a execução de um samba autoral. Este material ficará disponível no canal Glau Barros do YouTube. 


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895