Alec Baldwin é visto chorando após depoimento por morte de diretora

Alec Baldwin é visto chorando após depoimento por morte de diretora

Publicação do Santa Fe New Mexican mostra o ator de Hollywood bastante abalado no estacionamento do set de filmagens

R7

O astro disparou uma arma cenográfica que matou uma mulher e deixou um ferido

publicidade

O ator Alec Baldwin, de 63 anos, foi visto chorando ao deixar o set de filmagens após ser interrogado pelas autoridades locais. O relado foi publicado pelo jornal Santa Fe New Mexican, na quinta-feira (21). O veículo de comunicação mostrou astro de Hollywood bastante abalado após deixar o local. 

Halyna Hutchins, de 42 anos, foi ferida quando "uma arma cenográfica foi disparada por Alec Baldwin, produtor e ator", informou o gabinete do xerife do condado de Santa Fé, nos Estados Unidos, por meio de um comunicado. Hutchins "foi levada de helicóptero para o Hospital da Universidade do Novo México, onde foi declarada morta pelos médicos", afirma a nota.

O diretor do filme Rust, Joel Souza, também ficou ferido. "Ele foi transportado de ambulância" para um centro médico para receber atendimento. A atriz Frances Fisher, que está no elenco do longa-metragem, informou no Twitter que Souza já recebeu alta.

O incidente aconteceu no Rancho Bonanza Creek, uma locação famosa para filmes nos Estados Unidos, onde foram rodados longas-metragens como Cowboys & Aliens e Longmire.

"O senhor Baldwin foi interrogado por detetives. Ele fez declarações e respondeu as perguntas. Veio de forma voluntária e deixou o edifício após o interrogatório", afirmou o porta-voz do departamento do xerife do condado de Santa Fé.

Veja Também

Rios disse ao The New York Times que o incidente ocorreu durante um jantar que estava sendo ensaiado e filmado. Ninguém foi detido pelo caso e até o momento não foram apresentadas acusações, segundo a polícia, que está interrogando as testemunhas.

Um porta-voz de Baldwin disse à revista People que "houve um acidente" no set de Rust no Novo México que envolveu a falha de uma arma que deveria ser carregada com cartuchos de festim.

"Todo o elenco e os trabalhadores (do filme) estão absolutamente devastados com a tragédia de hoje, e queremos enviar nossas mais profundas condolências à família de Halyna e a seus entes queridos", afirmou a produção em um comunicado. "Interrompemos a produção do filme por um período indeterminado e estamos cooperando totalmente com o departamento de investigação da polícia de Santa Fé", completa a nota.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895