Aos 91 anos, Clint Eastwood volta a cavalgar em "Cry Macho"

Aos 91 anos, Clint Eastwood volta a cavalgar em "Cry Macho"

Na nova produção, Eastwood interpreta um ex-campeão de rodeio que é contratado para um último trabalho

AFP

Clint Eastwood volta a cavalgar e até dar alguns socos em seu novo filme de faroeste "Cry Macho"

publicidade

Aos 91 anos, Clint Eastwood não está apenas dirigindo e atuando, mas também volta a cavalgar e até dar alguns socos em seu novo filme de faroeste "Cry Macho".

A lendária estrela de Hollywood nunca demonstrou muito interesse em se aposentar. Na nova produção, que estreia nesta sexta-feira nos Estados Unidos e na América Latina, Eastwood interpreta um ex-campeão de rodeio que é contratado para um último trabalho.

Mike Milo (Eastwood) deve viajar para o México e procurar Rafo, filho de seu ex-chefe, ensinando-o a cavalgar no processo.

"Este filme levou 40 anos", disse Eastwood nas notas de produção.

"Sou muito jovem para este papel, por que não dirijo e escalamos Robert Mitchum?", questionou o ator a um produtor na época.

Entrando em sua sétima década de carreira, a estrela do velho oeste decidiu assumir o papel, para a alegria do produtor e colaborador de longa data Tim Moore.

"O que todo mundo adora ver é Clint de chapéu e a cavalo", disse Moore no último CinemaCon em Las Vegas.

"Ele não cavalga desde 'Os Imperdoáveis'", disse ele, referindo-se à produção de 1992 que ganhou o Oscar de melhor filme.

"No primeiro dia em que filmamos a cena dele a cavalo, a equipe ficou emocionada. Foi um momento especial", acrescentou.

Nascido em 1930 e com uma coleção de Oscars no currículo, Eastwood chegou ao estrelato como ator de filmes de faroeste como "Por um punhado de dólares", "Por uns dólares a mais" e "O bom, o mal e o feio."

Seu trabalho como diretor tem sido prolífico e diversificado, e ele expressou em várias entrevistas seu desejo de continuar trabalhando enquanto receber projetos que "valham a pena analisar".

Embora tenha anunciado sua aposentadoria da atuação após "Gran Torino" (2008), Eastwood voltou às telas quatro anos depois com "Curvas da Vida" e, em seguida, com "A Mula" (2018).

No trailer de "Cry Macho", há várias referências à diferença de idade entre Mike e Rafo, que construíram um relacionamento durante sua perigosa jornada de volta ao Texas.

"Você costumava ser forte, machista", diz Rafo, interpretado pelo ator mexicano Eduardo Minett. Ao que Mike, interpretado por Eastwood, responde: "Eu costumava ser muitas coisas."

"Cry Macho" vai estrear nesta sexta-feira nos cinemas e na plataforma HBO Max, simultaneamente.


publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895