Cinemateca Capitólio inaugura projeto de exibição de curtas brasileiros
capa

Cinemateca Capitólio inaugura projeto de exibição de curtas brasileiros

Primeira edição ocorre nesta terça-feira

Por
Correio do Povo

"A Outra Margem" faz parte da programação

publicidade

A Cinemateca Capítólio Petrobras (Demétrio Ribeiro, 1085), em Porto Alegre, inaugura um novo projeto nesta terça-feira. O "Curta na Cinemateca" abre uma janela de exibição para curtas-metragens brasileiros, muitas vezes restritos ao circuito de festivais.

Nesta primeira edição, que ocorre a partir das 20h desta terça com entrada gratuita, haverá uma sessão especial de três curtas de Nathália Tereza: "A casa sem separação", "A outra margem" e "De tanto olhar o céu gastei meus olhos". A diretora participará de uma debate após a exibição dos filmes. Ela também é roteirista e desenvolve um trabalho autoral como fotógrafa. Seu primeiro curta, "Eu, Tereza", recebeu o prêmio ABD&C/RJ no Festival Brasileiro de Cinema Universitário e outros de seus trabalhos também foram premiados. Atualmente, está desenvolvendo o roteiro de "Alma Selvagem", seu primeiro longa-metragem.

Confira as sinopses:

"A casa sem separação" (Ficção - 25’43”)
Mariana e suas primas estão na pequena cidade de Sertaneja, no velório da avó. No carro onde passam a noite, a lâmpada interna não desliga.

"A outra margem" (Ficção - 26’13”)
Sábado à noite, Centro Oeste brasileiro. Jean é um agroboy que escuta a rádio local onde os ouvintes deixam mensagens de amor.

"De tanto olhar o céu gastei meus olhos" (Ficção - 25min)
O pai de Luana e Wagner envia uma carta após anos de abandono. Wagner acredita que o pai pode ter mudado. Luana não.