Emma Watson doa 1 milhão de libras para luta contra assédio

Emma Watson doa 1 milhão de libras para luta contra assédio

Artistas mobilizam recursos para o Fundo para a Justiça e a Igualdade

AFP

Emma Watson doa 1 milhão de libras para luta contra assédio

publicidade

A atriz e ativista britânica Emma Watson doou um milhão de libras para lançar um fundo destinado a apoiar as vítimas de assédio e de abuso sexual. O Justice and Equality Fund (Fundo para a Justiça e a Igualdade) foi anunciado em uma carta aberta publicada na imprensa britânica, que apoia o movimento americano Time's Up. O texto é assinado por cerca de 200 mulheres, entre elas as atrizes Kate Winslet, Emma Thompson e Keira Knightley.

Iniciada com um "Queridas irmãs", a carta propõe um movimento internacional para acabar com a cultura de abusos exposta pelo escândalo envolvendo o produtor de cinema Harvey Weinstein. A página de arrecadação de fundos mostra a doação de um milhão de libras (cerca de US$ 1,4 milhão) feita por Emma Watson, ex-estrela da saga Harry Potter e, hoje, embaixadora da Boa Vontade da ONU Mulheres.

A atriz Keira Knightley e o ator Tom Hiddleston doaram 10.000 libras cada. Os recursos do fundo serão usados para estabelecer uma rede de assessoria, apoio e projetos para perseguir os abusos em todos os setores profissionais.

"Em um passado muito recente, vivíamos em um mundo no qual o assédio sexual era uma brincadeira incômoda, uma parte difícil e inevitável de ser uma menina, ou uma mulher", continua a carta, publicada no jornal "The Observer". "Em 2018, parece que despertamos em um mundo preparado para a mudança", acrescenta o texto. O lançamento acontece algumas horas antes da cerimônia de entrega dos Prêmios Bafta, o Oscar do cinema britânico.

publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895