Filme porto-alegrense "Em 97 Era Assim" faz sua pré-estreia no Capitólio
capa

Filme porto-alegrense "Em 97 Era Assim" faz sua pré-estreia no Capitólio

No ano de 1997, quatro amigos iniciam um período de descobertas

Por
Correio do Povo

O filme trata de um universo de relações e buscas de jovens na faixa dos 15 anos

publicidade

O filme “Em 97 Era Assim”, dirigido pelo gaúcho Zeca Brito, tem pré estreia hoje, a partir das 19h, na Cinemateca Capitólio (Rua Demétrio Ribeiro, 1085, Centro Histórico), e entra em cartaz em outras salas de Porto Alegre, a partir desta quinta-feira. Na trama, quatro amigos de 15 anos procuram perder a virgindade em meio às situações que envolvem a escola e a família. Segundo o próprio diretor, “é uma história que traz elementos que podem ser relacionados a clichês do cinema americano do gênero, porém não é uma comédia escrachada sobre descoberta da sexualidade”.

As confessas referências de Zeca Brito vêm de filmes alternativos sul-americanos que tem o universo adolescente e a amizade como tema, como o uruguaio “25 Watts”, de Juan Pablo Rebella e Pablo Stoll; e o argentino “Buenos Aires 100 km”, de Pablo José Meza.

O roteiro de Leo Garcia é ambientado na Porto Alegre da época evocada no título e a trilha sonora é composta por hits daquele momento, reunindo bandas do rock gaúcho, nacional e internacional, como “Acústicos e Valvulados”, “Raimundos” e “Supergrass”. Os protagonistas do filme são vividos pelos jovens atores Fredericco Restori, João Pedro Corrêa Alves, Pedro Diana Moraes e Julio Estevan.