"Nunca rezei tanto na minha vida", declara Pink sobre filho com novo coronavírus
capa

"Nunca rezei tanto na minha vida", declara Pink sobre filho com novo coronavírus

Cantora lamentou estado de saúde da criança, que tem três anos de idade

Por
AE

Pink já se recuperou do novo coronavírus. Seu filho mais novo segue muito doente

publicidade

Depois de ter conseguido se recuperar do novo coronavírus, Pink desabafou nas redes sociais sobre o estado de saúde do filho. Ela teve diagnóstico confirmado e anunciou que estava doente nessa sexta-feira. “Houve muitas noites em que chorei e nunca rezei tanto na minha vida”, desabafou a cantora no Instagram.

O pequeno Jameson, de apenas três anos de idade, testou positivo para Covid-19 e está muito doente, segundo a mãe. “É engraçado, mas a certa altura, pensei que eles tivessem nos prometido que nossos filhos ficariam bem. Não é garantido. Não há ninguém a salvo disso”, declarou Pink.

A cantora contou que mantém um diário dos sintomas do filho nas últimas três semanas, assim como monitora o próprio estado de saúde. O garoto permanece com febre na casa dos 37,8 graus. “Estamos melhores do que estávamos. Na semana passada, usei nebulizadores pela primeira vez em 30 anos”, relatou a cantora, que também sobre com asma.

“Eu tenho asma muito forte e tive durante toda a minha vida. Ficou muito, muito assustador. Não vou mentir”, admitiu Pink, que faz parte do grupo de risco.

Quando recebeu a confirmação de que ela e o filho estavam doentes, Pink fez um longo texto no Instagram criticando a falta de exames médicos para detectar o novo coronavírus.

A cantora também anunciou uma doação de US$ 1 milhão de dólares (aproximadamente cinco milhões de reais), dividida igualmente entre o Temple University Hospital Emergency Fund na Filadélfia e o Fundo de Crise de Emergência Covid-19 do prefeito da cidade de Los Angeles.

O marido de Pink, Carey Hart, de 44 anos de idade, e a filha deles, Willow Sage, de oito, estão saudáveis.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Two weeks ago my three-year old son, Jameson, and I are were showing symptoms of COVID-19. Fortunately, our primary care physician had access to tests and I tested positive. My family was already sheltering at home and we continued to do so for the last two weeks following the instruction of our doctor. Just a few days ago we were re-tested and are now thankfully negative. It is an absolute travesty and failure of our government to not make testing more widely accessible. This illness is serious and real. People need to know that the illness affects the young and old, healthy and unhealthy, rich and poor, and we must make testing free and more widely accessible to protect our children, our families, our friends and our communities. In an effort to support the healthcare professionals who are battling on the frontlines every day, I am donating $500,000 to the Temple University Hospital Emergency Fund in Philadelphia in honor of my mother, Judy Moore, who worked there for 18 years in the Cardiomyopathy and Heart Transplant Center. Additionally, I am donating $500,000 to the City of Los Angeles Mayor’s Emergency COVID-19 Crisis Fund. THANK YOU to all of our healthcare professionals and everyone in the world who are working so hard to protect our loved ones. You are our heroes! These next two weeks are crucial: please stay home. Please. Stay. Home.❤️

Uma publicação compartilhada por P!NK (@pink) em