"Racional", trilogia polêmica de Tim Maia, chega às plataformas digitais
capa

"Racional", trilogia polêmica de Tim Maia, chega às plataformas digitais

Carmelo Maia, filho e administrador da obra, disponibilizou em streaming três volumes influenciados por doutrina filosófico-religiosa

Por
R7

Discos foram gravados na década de 1970

publicidade

A trilogia "Racional", de Tim Maia, chegou às plataformas digitais nesta sexta-feira. Apesar da demora, Carmelo Maia, filho e administrador da obra do artista, disponibilizou em streaming os três volumes da época polêmica do cantor.

Até o momento, estavam disponíveis apenas algumas faixas de coletâneas. Agora, os fãs podem curtir músicas como "Imunização Racional (Que Beleza)", "Bom Senso", "Rational Culture", "Nação Cósmica" e "O Caminho do Bem".

Fase Racional

Na metade dos anos 70, Tim Maia largou as drogas e se converteu a uma doutrina filosófico-religiosa. A Cultura Racional divulga até hoje as ideias escritas pelo carioca Manoel Jacintho Coelho nos livros Universo em Desencanto.

Foi um período curto na vida do artista que gerou dois discos temáticos lançados pela própria gravadora de Tim, a Seroma (palavra “amores” ao contrário e abreviação do próprio nome, Sebastião Rodrigues Maia). O som daquele momento é um funk soul da mais alta qualidade registrado por uma voz poderosa e límpida, mas as letras foram transformadas pela devoção à Cultura Racional. Na faixa samba-soul "Universo em Desencanto", por exemplo, Tim ensina: "Da planície racional, uns desceram sem razão, quando o sol começava. Nasce o homem e a mulher, da rezina e da goma, quando o mar começava..."

Porém, depois, Tim achou que a ideologia era enganação e mandou destruir os milhares de discos da fase, tornando o material em vinil raridade. E, após o término da "parceria", o compositor retomou o antigo estilo de vida e música.

Apesar do desgosto de Tim pelos trabalhos, a partir dos anos 90, as obras foram redescobertas por colecionadores e DJs. Hoje em dia, os vinis originais ainda valem uma fortuna na internet, principalmente por não terem sido oficialmente relançados. 
  
Tim Maia morreu em 1998. Já os discos da época "Racional" foram angariando uma legião de admiradores pelo mundo. E o número continua crescendo. Dessa forma, os volumes 1 e 2 apareceram pela primeira vez em CD, em 2006. Cinco anos depois, um terceiro álbum póstumo, com gravações que não foram lançadas na época, chegou às lojas.