Série de lives sobre economia da cultura começa hoje

Série de lives sobre economia da cultura começa hoje

Ação integra programação de comemoração aos 10 anos da CUCO Produções

Por
Correio do Povo

A comunicadora e artista Bruna Paulin integra a programação


publicidade

Nesta sexta-feira, às 19h, a CUCO Produções inicia uma série de lives com convidados do mercado da cultura do Rio Grande do Sul, para falar sobre economia criativa no ambiente digital. Serão encontros semanais gratuitos através do canal do YouTube e página do Facebook da produtora, que ocorrerão ao longo do ano. “A ideia nasce da necessidade de juntos entendermos as novas tendências, desafios, inspirações e o comportamento do público consumidor de conteúdos artísticos em tempos de isolamento social, buscando compreender os novos modelos e possibilidades de rentabilização de projetos culturais”, afirma a produtora Liége Biasotto, que desde 2007 trabalha na área.

Para abrir a série, hoje a live será com o gestor da plataforma de financiamento coletivo APOIA.se, Bruno Melo. Exceto esta live, em uma sexta-feira, as demais serão às quartas-feiras, sempre às 19h. Entre os outros convidados do mês de julho estão a artista e comunicadora Bruna Paulin, o curador do festival de Artes Integradas Kino Beat Gabriel Cevallos, a produtora e curadora Alice Castiel e a gestora cultural e coordenadora pedagógica na Associação Cultural Vila Flores Antônia Wallig. 


Em 2010, Liége fundou a CUCO Produções, empresa focada em produção cultural, elaboração e gestão de projetos culturais e consultoria. Com uma ampla experiência na cena musical, responde pela curadoria e direção de produção do Festival de Música de Nova Prata e do Festival Porto Alegrense de Bandas Instrumentais, produção executiva dos projetos da Orquestra de Câmara da ULBRA; gestão e produção do projeto social OUVIRAVIDA - Educação Musical Popular e direção de produção do Festival Kino Beat - Som e Imagem em Movimento e Projeto Concha. Desde 2017, é uma das consultoras de gestão do espaço Vila Flores. Mais informações podem ser acessadas pelo site.