capa

Segunda edição do Porto Alegre Noir começa nesta terça

Evento temático ocorre até domingo, na Cinemateca Capitólio

Por
Correio do Povo

Evento é dedicado à literatura policial e ao cinema de inspiração noir

publicidade

Desta terça até domingo, a Capital recebe a segunda edição do Porto Alegre Noir, um evento dedicado à literatura policial e ao cinema de inspiração noir. A programação ocorre na Cinemateca Capitólio (R. Demétrio Ribeiro, 1085) e inclui workshops, debates, exposição, mostra de filmes e um espaço para venda de livros policiais, de suspense e mistério. 

Entre as atividades estão três bate-papos: “À Sangue Frio - o crime verdadeiro e a literatura”, com Rafael Guimaraens, Sandra Abrano e Luiz Gonzaga Lopes; “A lendária Coleção Amarela da Livraria do Globo”, com Sérgio Karam, Paula Ramos e Samir Machado de Machado; e “Dashiell Hammett e os 90 anos de Safra Vermelha”, com Júlio Ricardo da Rosa e Juremir Machado da Silva. Na mostra de cinema noir, destacam-se quatro diretores que sofreram perseguições durante o período do McCarthismo nos Estados Unidos: Cy Endfield ("Justiça Injusta", 1950), Edward Dmytryk ("Até a Vista, Querida", 1944), Abraham Polonsky ("A Força do Mal", 1948) e Joseph L. Mankiewicz ("O Ódio é Cego", 1950). 

De acordo com um dos organizadores, Jorge Ghiorzi, o evento temático surgiu a partir da constatação de que literatura policial e o cinema noir possuem uma legião de fãs que dialogam entre as duas formas de manifestação artística. "Unir as duas vertentes em um único evento reforça e valida o verdadeiro objeto de culto que é o noir, um conceito por vezes vago e misterioso, tão bem expresso pela estética das luzes e sombras e pelos desvios morais da alma humana, características presentes nas melhores obras do gênero”, explica. Ainda segundo ele, esta edição vai ressaltar a discussão político-social, tanto nos temas dos debates quanto nos clássicos do cinema noir que foram selecionados.

O evento ocorre das 19h às 21h30min, de terça até sexta, e das 14h às 21h30min, no sábado e no domingo. As sessões de cinema, exceto o Projeto Raros, tem entrada a R$ 10, mas as demais atividades são gratuitas. As inscrições sobre valores e inscrições para os workshops podem ser consultadas neste link.

Programação

Terça
20h - Sessão de Cinema: "Justiça Injusta" (1950, 92 min.)

Quarta
20h - Sessão de Cinema: "A Força Do Mal" (1948, 78 min.)

Quinta
20h - Sessão de Cinema: "Cidade Tenebrosa" (1954, 74 min.)

Sexta
20h - Projeto Raros: "Perigosamente Harlem" (1991, 115 min.)
Sessão Comentada por Gustavo Machado

Sábado
14h – Workshop com Matheus Ferraz (sala multimídia) - "Assassinato Aconchegante: O Universo dos Cozy Mysteries"
Abertura das portas, início da Feira do Livro ABERST (hall)
15h – Bate-papo “Dashiell Hammett e os 90 anos de Safra Vermelha”
Convidados: Júlio Ricardo da Rosa e Juremir Machado da Silva
16h15min – Bate-papo “À Sangue Frio - o crime verdadeiro e a literatura”
Convidados: Rafael Guimaraens, Sandra Abrano e Luiz Gonzaga Lopes
16h45min – Workshop com Robertson Frizero (sala multimídia) – “O Noir Multicolorido de Almodóvar”
17h30min – Bate-papo “Quando o Horror e a Literatura Policial se encontram”
Convidados: Duda Falcão, Paula Febbe Nova e Marciele Goetzke
19h – Sessão de Cinema: "Até a Vista, Querida" (1944, 95 min.)
Sessão Comentada por Jessica Bernardi

Domingo
14h – Workshop com Cláudia Lemes (sala multimídia) - "Guia de Sobrevivência para Escritores Independentes: Divulgação e Gerenciamento de Carreira"
Abertura das portas, início da Feira do Livro ABERST (hall)
15h – Bate-papo “Desvendando Patricia Highsmith"
Convidados: Kelli Pedroso, Alex Mandarino e Tânia Cardoso de Cardoso
16h15min – Bate-papo “A lendária Coleção Amarela da Livraria do Globo”
Convidados: Sérgio Karam, Paula Ramos e Samir Machado de Machado
17h30min – Bate-papo "Crime, Política e Quadrinhos”
Convidado: Edgar Vasques
19h – Sessão de Cinema: "O Ódio é Cego" (1950, 106 min.)
Sessão Comentada por Jessica Bandeira