Setembro anuncia a festa da Cena em Porto Alegre

Setembro anuncia a festa da Cena em Porto Alegre

O 30º Porto Alegre em Cena será realizado de quinta, 7, até dia 19, com 5 espetáculos nacionais e 17 locais, peças infantis, além de atividades formativas e ponto de encontro

Correio do Povo

Dos cinco espetáculos nacionais no festival, a dança de Santa Catarina com Letícia Souza vem com "Frágil"

publicidade

Os vinte e nove anos de trajetória de um evento cultural valem uma grande celebração, ainda mais quando o evento é o Porto Alegre em Cena, que incluiu a capital gaúcha na rota dos grandes festivais mundiais e trouxe ao sul do Brasil alguns dos maiores encenadores de todos os tempos. A Prefeitura Municipal de Porto Alegre anuncia a 30ª edição do festival, a partir da próxima quinta, dia 7, até 19 de setembro, retomando seu calendário habitual.

A programação contempla apresentações de rua, teatro de sala, dança, circo, espetáculos para crianças, e ainda eixo educativo com oficinas e pontos de encontro para trocas de saberes e muito mais. O festival é financiado com recursos da Lei Federal de Incentivo à Cultura/Ministério da Cultura e da Prefeitura de Porto Alegre. A PUCRS assina a correalização do evento.

A grade nacional oferecerá cinco espetáculos trazidos por grupos que abrem novos caminhos e possibilidades. Do Rio de Janeiro virá “Julius Caesar – Vidas Paralelas”, da Companhia dos Atores, coletivo carioca que completa 35 anos em atividade, já presente em outras edições do Em Cena; São Paulo estará representada por “Vala: Corpos Negros e Sobrevidas”, da Cia Sansacroma, de Gal Martins, montagem conectada com os dilemas sociais.

De Pernambuco, vamos conferir “Transiterrifluxório”, de Cláudio Lacerda/Dança Amorfa, criado a partir do desdobramento de uma longa pesquisa em dança intitulada “Contraespaço”, sob o estímulo da intrigante arquitetura da iraquiana-britânica Zaha Hadid; de Santa Catarina assistiremos “Frágil, ou, essa dança é 30 minutos mais longa do que poderia ser para competir”, uma ‘pergunta dançada’ por Letícia Souza; e de Natal vem a Cia Giradança, com o espetáculo de rua “Muximba: o coração sempre permanece criança”, com um espetáculo de rua, no Parque da Redenção. “Nossa preocupação foi ampliar o olhar curatorial para todo o Brasil, atentos aos espetáculos que se relacionam com questões emergentes no Brasil atual”, afirma a equipe curadora, formada por artistas, jornalistas, professores e estudiosos das artes cênicas.

Espetáculos locais 

A direção artística do Porto Alegre em Cena selecionou também 17 espetáculos locais que integrarão a programação do festival, entre os quais estão na dança, “Cães”, “Trivial, um espetáculo de Bboys”, “Reminiscências – Memórias do nosso carnaval”, e “Cartas para uma extraterrestre”. O teatro de sala está representado por produções, como “Esperando Godot”, “Os Mamutes”, “Pigarra”, “Instinto”, “Cabaré da Mulher Braba” e “Em Chamas”.

O Em Ceninha terá a Cia Gente Falante, com “Maria Peçonha”; e também as montagens “Amazônia, um olhar sobre a floresta” e “Chuá - descobertas na água”. Já o teatro de rua terá “Na Trilha das Andarilhas”, “Bolha Luminosa − o marujo e a tempestade”, da Cia Teatro Lumbra, além de Lua - encontrando mares”. Mais detalhes pelo portoalegreemcena.com. A venda de ingressos do Festival está sendo feita na plataforma Guichê Web ou no Campus da PUCRS – Prédio 5. no térreo. 


Mais Lidas

Guia de Programação: a grade dos canais da TV aberta desta quarta-feira, dia 1 de maio de 2024

As informações são repassadas pelas emissoras de televisão e podem sofrer alteração sem aviso prévio

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895