Spotify antecipa desaceleração na expansão do faturamento em 2018
capa

Spotify antecipa desaceleração na expansão do faturamento em 2018

Crescimento seria inferior aos de 2017 e 2016

Por
AFP

Crescimento seria inferior aos de 2017 e 2016

publicidade

Spotify, líder mundial de música por streaming, anunciou nesta segunda-feira a desaceleração do crescimento de seu faturamento em 2018, alguns dias antes de se lançar na Bolsa de Nova Iorque. O grupo sueco antecipa faturamento em alta de 20% a 30%, entre 4,9 bilhões e 5,3 bilhões de euros em 2018. Este crescimento seria inferior ao de 2017 (38%) e de 2016 (53%). Os efeitos cambiários frearam sua evolução.

O Spotify não adianta previsões sobre seu resultado líquido, mas nunca conseguiu ser rentável desde sua criação, em 2008. A empresa prevê limitar seu prejuízo operacional a entre 230 milhões e 330 milhões, contra 378 milhões em 2017. Ela aponta para aumentar de 30% a 36% em relação a 2017 a quantidade de assinantes, para entre 92 e 96 milhões.

No fim de 2017, a plataforma dizia ter 71 milhões de assinantes pagos e 159 milhões de usuários ativos. A gigante sueca deve entrar na Bolsa de Nova Iorque em 3 de abril.