Tributo faz homenagem a Raul Seixas nesta quarta em Porto Alegre
capa

Tributo faz homenagem a Raul Seixas nesta quarta em Porto Alegre

Hoje, 21 de agosto, é a data exata da morte do músico que marcou época

Por
Correio do Povo

Raulzito e os Feras farão homenagem a Raul Seixas

publicidade

Na data exata da morte de Raul Seixas há 30 anos, 21 de agosto, o Opinião presta uma grande homenagem ao Pai do Rock Brasileiro. Raulzito Amorim, conhecido por fazer um dos melhores tributos ao Maluco Beleza, se apresenta nesta quarta-feira, 21h, na tradicional casa de shows da Capital, localizada na rua José do Patrocínio, 834, na Cidade Baixa. A apresentação está recheada de músicas clássicas do baiano, com participação especial do guitarrista Rick Ferreira, companheiro de Raul na carreira, e acompanhado pela banda Os Feras. 

O espetáculo busca reproduzir de maneira fiel os arranjos de alguns álbuns importantíssimos na história da música brasileira, como são os casos de “Gita” e “Há 10 Mil Anos Atrás”. O cover gaúcho vai fazer o público cantar junto músicas como “Metamorfose Ambulante”, “Tente Outra Vez”, “Medo da Chuva”, “Sociedade Alternativa”, “Cowboy Fora da Lei”, “Mosca na Sopa”, “Al Capone”, “Ouro de Tolo”, entre outras. Ingressos na Lojas Multisom dos shoppings Iguatemi, Praia de Belas e Barra e também na do Centro Histórico (Rua dos Andradas, 1001), além da venda on-line.

Raulzito Amorim iniciou o projeto tributo em 2011. Com show lúdico, em que reproduz a figura enigmática de Raul no palco, ele se apresenta em casas noturnas da Capital e do interior do Rio Grande do Sul, realizando turnê pelo Sesi, no Litoral Norte, em 2014/15; e shows pelo Sesc, em Gravataí, entre 2012 e 2015. 

O carioca Rick Ferreira, nascido em 1953, foi o primeiro músico e compositor brasileiro a gravar instrumentos pouco comuns, como o banjo de cinco cordas e a pedal steel guitar. Autodidata, iniciou a sua carreira profissional com 16 anos de idade, atuando em shows e em registros fonográficos com o cantor Paulo Diniz. É conhecido como o “fiel escudeiro” de Raul Seixas. Rick participou de toda a discografia do Maluco Beleza, a partir do álbum “Gita” (1974). Sem Raul Seixas, Rick produziu e gravou com os mais diversos nomes como Erasmo Carlos, Guilherme Arantes, Zé Ramalho, Caetano Veloso, Belchior, entre outros.