Velório de Paulinha Abelha acontecerá em duas cidades de Sergipe e será aberto ao público

Velório de Paulinha Abelha acontecerá em duas cidades de Sergipe e será aberto ao público

Primeira despedida acontecerá nesta quinta-feira, em Aracaju; a segunda será nesta sexta, em Simão Dias - cidade natal da cantora

R7

Paulinha Abelha morreu nesta quarta-feira, dia 23, aos 43 anos, em Aracaju, no Sergipe

publicidade

O velório da cantora Paulinha Abelha, membro da banda Calcinha Preta, acontecerá em dois lugares. O primeiro acontecerá em Aracaju, nesta quinta-feira, dia 24, e o segundo será na cidade natal da artista, Simão Dias, também em Sergipe, na sexta-feira, dia 25. A artista morreu nesta quarta-feira, dia 23, aos 43 anos, após passar 12 dias internada com complicações renais.

O velório de Aracaju será no Ginásio Constáncio Vieira, e começará às 7h. A despedida será aberta ao público. A expectativa é que milhares de fãs passem pelo local.

Já a segunda despedida será feita no Ginásio de Esportes José Maria, entre às 9h e às 14h. O evento também será aberto ao público.

O sepultamento do corpo de Paulinha será restrito a amigos e familiares.

Quem foi Paulinha?

Paula de Menezes Nascimento Leça Viana nasceu no dia 16 de agosto de 1978 em Simão Dias, Sergipe. Com apenas 12 anos, ela começou a cantar em trios elétricos em shows pelo interior sergipano.

Antes de integrar a banda Calcinha Preta, Paulinha teve a própria banda, Flor de Mel, mas precisou interromper o sonho após três anos por falta de recursos financeiros da família.

No começo dos anos 1990, a cantora foi convidada pelo produtor musical e um dos fundadores da 'Calcinha Preta', Gilton Andrade, para participar da banda de forró eletrônico sergipana. Em 2010, Paulinha deixou o grupo e formou dupla musical com o então marido, o cantor Marlus Viana — os dois se separaram, e ela se casou com o influenciador digital Clevinho Santos.

Em 2014, a artista retornou para a 'Calcinha Preta', mas, dois anos depois, saiu do grupo mais uma vez para tentar carreira ao lado de Silvânia Aquino. Em 2018, Paulinha voltou definitivamente para a 'Calcinha Preta', onde ficou até o fim da trajetória na música.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895