Veja 4 uniformes que vão se destacar nos Jogos Olímpicos de Paris-2024

Veja 4 uniformes que vão se destacar nos Jogos Olímpicos de Paris-2024

Moda e esporte se unem nas coleções de roupa para o evento esportivo mais aguardado do ano

Brenda da Rosa*

De grife à empresa de três funcionários: uniformes das Olimpíadas são diversos e autênticos

publicidade

Neste mês, os olhos do mundo todo vão se voltar para a cidade da moda: Paris. Entretanto, de 26 de julho a 11 de agosto, não são as passarelas que vão estrelar os noticiários, mas sim as quadras, a areia, o campo e o mar nos Jogos Olímpicos de 2024. Ao todo, 10,5 mil atletas participarão do evento, com 32 modalidades sendo disputadas em diversos turnos.

Por ser sediado em Paris, os uniformes oficiais para cerimônias de abertura, encerramento e pódio foram feitos com um toque mais refinado, sendo desenhados por grifes, estilistas ou em colaboração de grandes marcas. O Time Brasil, por exemplo, vestirá peças assinadas pelas marcas Peak, Riachuelo, Havaianas e Mormaii.

O Bella Mais selecionou quatro uniformes diferentes que vão se destacar na temporada Olímpica. Conheça detalhes e curiosidades:

Nigéria

Os atletas nigerianos serão vestidos pela Actively Black, pequena marca de Los Angeles e propriedade de Lanny Smith, ex-jogador profissional de basquete. A marca nasceu em 2020 e conta com apenas três funcionários.

Em 2022, na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno, a Actively Black vestiu dois atletas da delegação Nigeriana e dessa vez assina o vestuário de 200 competidores.

A marca é influenciada principalmente pela cultura do país e pelo conceito do filme “Pantera Negra”, que é unir a comunidade afro e fazer com que as referências de moda e mercado sejam negras.

Estados Unidos

Para os norte-americanos, a marca responsável pela produção das peças foi a grife Ralph Lauren. Esta é uma das seleções que irá usar uniformes sociais durante o evento, trazendo sofisticação aos dias de abertura, pódio e encerramento dos jogos para o time dos Estados Unidos. A coleção é marcada por bordados, jeans de lavagem clara e peças de linho e alfaiataria.

França

Clássica e tradicional, a anfitriã do evento escolheu a casa de grife também francesa Berluti para confeccionar os trajes dos atletas. Com tons de azul e degradê azul, rosa e branco, as peças variam entre brilho e fosco. Em algumas ocasiões, além das camisas e calças, os franceses usarão camiseta branca e blazer, ambos Berluti.

Haiti

Apontado nas redes sociais como um dos uniformes mais bonitos, o traje dos atletas do Haiti é assinado pela estilista ítalo-haitiana Stella Jean. Além disso, as confecções são estampadas pelo artista gráfico e pintor haitiano Philippe Dodard. Assim como a Nigéria, existe referência cultural nas peças, principalmente no look feminino, que é composto por saia rodada e colete acinturado.

*Sob supervisão de Camila Souza

Veja Também


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895