Proposto transporte público de animais

Proposto transporte público de animais

publicidade



De acordo com o projeto, para que o animal tenha direito ao transporte, o proprietário deverá apresentar carteira de vacinação atualizada, bem como as vacinas antirrábica e polivalente em dia. O cão ou gato deverão estar higienizados, tendo em vista preservação tanto da própria saúde como a dos passageiros. Deverão, ainda, ser acondicionados em um dispositivo resistente apropriado para o transporte, isento de dejetos, água, alimento e à prova de vazamentos. Caso o animal faça alguma necessidade durante o trajeto ou emita ruídos perturbadores, o responsável deverá descer no próximo ponto de parada.
Pela proposta, serão aceitos, no máximo, quatro animais por viagem. O horário permitido para o transporte será das 9h às 17h e das 20h às 6h. As empresas poderão cobrar uma tarifa pelo serviço de transporte dos animais, a ser estabelecida pela EPTC.

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895