"Black Album": a cara nova do Metallica
capa

"Black Album": a cara nova do Metallica

O quinto trabalho da banda norte-americana, lançado em 12 de agosto de 1991, desapontou parte dos fãs

Por
Ana Lécia

publicidade

Atenção! Esta é uma lembrança de arrepiar os fãs do metal. Em 12 de agosto de 1991, 28 anos atrás, o Metallica lançava o álbum homônimo, mais conhecido como "Black Album". O quinto trabalho de estúdio da banda norte-americana, com destaque para as faixas "Enter Sandman", "The Unforgiven" e "Nothing Else Matter", acabou sendo um grande sucesso dos músicos, com recorde de vendas e posições marcantes em listas de discos pelo mundo. Estima-se que somente nos Estados Unidos as vendas contabilizaram mais de 16 milhões de cópias. 

O álbum, porém, não conquistou boa parte do público e da crítica, sendo considerado menos underground e mais comercial. O desapontamento de fãs ficou expresso especialmente em razão da faixa "Nothing Else Matter", que seguiu uma linha mais introspectiva, percebida especialmente pelas letras de James Hetfield e presente em todo o disco. A canção, no entanto, atingiu o 11º lugar no ranking da Billboard, entre outras listas importantes no mundo. Sempre presente nos shows da banda, foi regravada dezenas de vezes. 

Tão marcante quanto as músicas e a história do álbum, a capa se destaca também, ao trazer apenas o logotipo da banda e uma cobra enrolada, uma derivação da bandeira de Gadsden. "Don't Tread on Me" ("Não Pise em Mim"), lema dessa bandeira utilizada em 1775 durante a Revolução Americana, dá nome a uma das músicas do "Black Album". Além disso, o disco teve uma intensa e conturbada produção, que está registrada nos documentários "A Year and a Half in the Life of Metallica" e "Classic Albums: The Black Album". 

Mas, agora, deixemos rankings, datas e histórias para lá. Imperdoável mesmo é não ouvir - e relembrar - as faixas do álbum considerado o de maior sucesso do Metallica. 

Leia dos demais posts do blog