Vera Loca retorna aos palcos
capa

Vera Loca retorna aos palcos

Quinteto se apresenta neste sábado no Opinião

Por
Ana Lécia

Após 17 anos, banda anunciou em 2018 uma pausa na carreira

publicidade

Depois de anunciar uma pausa nas atividades em 2018, a Vera Loca retorna aos palcos para uma série de reencontros com os fãs. O quinteto, considerado um dos nomes mais importantes do rock gaúcho, vai estar neste sábado no Opinião, em Porto Alegre, para matar a saudade da geração que cresceu ouvindo os sucessos do grupo. Após um tempo dedicada a projetos paralelos e pessoais, a banda retorna ao palco onde já gravou um CD e DVD ao vivo, para passar a limpo quase 20 anos de carreira, sete álbuns e inúmeros hits. No repertório, músicas como “Graffiti”, “Palácio dos Enfeites”, “Suadinha”, “Velocidade”, “Cuidado Ana”, “Aos Meus Amigos” e “Borracho y Loco”. O show começa às 21h, e a casa abre às 19h30min. Informações sobre ingressos em Sympla.
 
Em 2001, a afinidade e a paixão pelo rock uniu, em Porto Alegre, cinco caras e uma ideia em mente – criar, tocar e viver de música. No ano seguinte, após alguns ensaios e pequenos shows pela Capital, o quinteto gravou o primeiro álbum, “Meu Toca Discos se Matou”, com a produção de Duca Leindecker. A Vera Loca conseguiu já na estreia emplacar o single “Maria Lúcia” em várias rádios.

Em 2005, o grupo gravou e lançou o segundo álbum, “Distúrbios do Amor e Rock’n’Roll”, também produzido por Duca. O registro perdeu um pouco a veia psicodélica se comparado com o trabalho de estreia e verteu para um lado mais clássico, beirando o hard rock. “Suadinha”, “A Despedida” e “A Vida é de Graça” foram as canções que mais se destacaram no repertório.

O grupo fez diversos shows até retornar ao estúdio, em 2008, para preparar o lançamento de “Vera Loca III”. O trabalho, que circulou com o videoclipe de “Velocidade”, levou a banda a fazer a sua primeira turnê pela Argentina. Foi por conta de “Borracho y Loco” – uma versão do clássico do rock argentino “Lamento Boliviano” – que a Vera Louca estourou. A banda lançou em 2012 o seu quarto CD. “Parece que Foi Ontem” foi masterizado nos Estados Unidos e ficou marcado pela faixa “Cuidado Ana”. Em 2014, no Theatro São Pedro, a banda registrou o CD e DVD “Vera Loca Acústico”. Em 2015, veio o CD e DVD “Ao Vivo”, gravado no Opinião.

O sétimo disco, “A Certeza de Como Navegar Nesse Mar”, chegou às lojas e aos serviços de streaming em 2017. A banda levou a turnê do álbum para capitais como São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Curitiba. O primeiro single, “Amanhã Pode Ser Bem Melhor”, contou com a participação especial de Humberto Gessinger. Após 17 anos de estrada, a Vera Loca anunciou, em 2018, uma pausa nas atividades para seus integrantes se dedicarem a projetos pessoais. 

Leia dos demais posts do blog

Curta o Cena Rock no https://www.facebook.com/cenarockcp/ e no https://www.instagram.com/cenarockcp/