A Tabacaria
capa

A Tabacaria

A Áustria conturbada pelo Anschluss

Por
Chico Izidro

"A Tabacaria" mostra a improvável amizade de um jovem com Freud

publicidade

O amadurecimento de um jovem e sua improvável amizade com o gênio da psicanálise Sigmund Freud na Viena da década de 1930 do século passado é o mote de  "A Tabacaria" (Der Trafikant), dirigido por Nikolaus Leytner, desconhecido aqui, mas de grande carreira na  televisão austríaca. O filme mostra ainda uma Áustria conturbada pelo Anschluss - a anexação do país pela Alemanha Nazista.

O jovem Frantz (Simon Morzé) mora no interior da Áustria, mas é mandado pela mãe (Regina Fritsch) para morar em Viena após a morte trágica do namorado dela. O rapaz vai trabalhar na tabacaria de um velho namorado dela, Otto (Johannes Krisch), que não possui uma perda, perdida em batalha na I Guerra Mundial, e fortemente antifacista. E na capital áustriaca, um novo mundo abre-se para Franz. Ele conhece os segredos do tabaco com Otto, e se apaixona perdidamente pela jovem dançarina de cabaré Anezka (Emma Drogunova). Mas o mais significativo é conhecer Freud, freguês costumaz de Otto - e que dá conselhos amorosos ao jovem, que retribui com charutos, uma paixão do psicanalista. Freud ainda estimula Franz a anotar seus sonhos.

Mas lembremos, a Áustria está as portas de ser invadida pelos nazistas, e quando isso acontece o tacão alemão desaba sobre os cidadãos, principalmente os judeus, artistas e comunistas. Além do que os áustriacos que outrora se mantinham emn seus cantos, mas com pensamentos reacionários se sentem à vontade de expor seu lado selvagem (que relação com o nosso Brasil atual!). Franz acaba amadurecendo em volta de tanta barbárie à sua volta.

"A Tabacaria" chama a atenção também por um excelente trabalho de fotografia e cenografia, com uma reconstrução primorosa de Viena dos anos 1930. E o elenco está muito bem, desde Simon Morzé (Frantz) e Emma Drogunova (Anezka), aos veteranos Johannes Krisch (Otto) e Bruno Ganz, vivendo um frágil e sedutor Sigmund Freud, em um de seus últimos trabalhos, pois faleceu em fevereiro deste ano.

Leia demais posts do blog