Comédia que funciona
capa

Comédia que funciona

"Casal Improvável'' (Long Shot), direção de Jonathan Levine, é uma comédia romântica com Seth Rogen e a sempre linda Charlize Theron.

Por
Chico Izidro

Filme tem um humor moderno, e mostra mudanças que vem ocorrendo no mundo, como as mulheres aparecendo em posições de destaque.

publicidade

"Casal Improvável'' (Long Shot), direção de Jonathan Levine, é uma daquelas comédias românticas em que o par romântico é composto de pessoas de comportamento completamente opostos - mas aí que está a graça nas atuações de Seth Rogen e a sempre linda Charlize Theron. Ele faz um jornalista de posições firmes e éticas,  a atriz sul-africana interpreta uma secretária de Estado que se transforma em candidata à presidência dos Estados Unidos.

O longa brinca com clichês e atira certo no humor e nas críticas sociais. Ele tem ainda muitas boas piadas e se utiliza de referências sobre cultura pop, deixando a experiência mais interessante. Além disso, a trama que foca um romance nada óbvio, apresenta críticas sociais sobre igualdade de gênero. A personagem de Charlize,  Charlotte Field, é uma mulher que tem de combater o sistema machista, vivendo situações de extremo incômodo. Já Fred Flarsky (Seth Rogen) é um jornalista de ideais e que não aceita ser comandado por grandes conglomerados de mídia. Por isso, quando seu jornal combativo, de esquerda, é comprado por um magnata da comunicação e vai muda ro foco, ele se demite.
 
E é aí que encontra numa festa sua ex-babá, Charlotte, agora uma poderosa mulher. É a deixa para os dois engatarem um romance que estava adormecido há muitos anos. Assim, Casal Improvável brinca com o relacionamento de duas pessoas que são opostas. Os dois são personagens interessantes, mas outros também se destacam, como o melhor amigo de Fred, Lance (O'Shea Jackson Jr.), um negro milionário e que é filiado ao Partido Republicano e tem ideias direitistas e é religioso. Ou Andy Serkis, que irreconhecível, vive o magnata de empresas de notícias. E Bob Odenkirk (de Better Call Saul), intérprete do presidente norte-americano, e que parece um Trump...

E a comédia funciona mesmo. Tem um humor moderno, e  mostra mudanças que vem ocorrendo no mundo, como as mulheres aparecendo em posições de destaque. Surpreende.