capa

Sem surpresas

A excepcional atriz Octavia Spencer resolveu sair de sua zona de conforto e protagoniza o thriller "Ma", direção de Tate Taylor.

Por
Chico Izidro

publicidade

A excepcional atriz Octavia Spencer resolveu sair de sua zona de conforto e protagoniza o thriller "Ma", direção de Tate Taylor. Se Octavia costuma interpretar mulheres fortes e sempre voltadas para fazer o bem, desta vez ela vive Sue Ann, funcionária de uma pet shop e que aparentemente vive uma vida solitária e sofrida. Até que um dia conhece um grupo de adolescentes que pede sua ajuda para comprar bebida. Assim, Sue Ann vê a chance de fazer novos amigos.

Deslumbrados com a mulher, os jovens vão caindo em seus encantos. Até receberem uma proposta irrecusável, ao verem que não acham um lugar seguro na pequena cidadezinha para fazerem as suas festas. Sue Ann cede o porão de sua casa, contanto que seguissem algumas regras básicas. Mas aos poucos, Ma, apelido que recebe da garotada - diminutivo de Mammy ou mamãezinha, começa a mostrar comportamentos um pouco estranhos: carência, stalking, agressividade. Até chegar ao ponto que demonstra não ser aquilo que aparentava.

O passado de Sue Ann vai sendo mostrado em flashes - ela sofreu bullying dos pais de alguns dos garotos na época da escola. E tem a vingança como meta. A história até a sua metade vinha sendo bem conduzida, mas de repente a diretora perde a mão, e manda um filme onde os clichês do terror psicológico estão todos ali, presentes. E sem fazer spoiler, o final poderia ser diferente de tudo o que se faz, mas acaba sendo o mais do mesmo.