Platinado e mechas são os cabelos mais pesquisados na internet no RS

Platinado e mechas são os cabelos mais pesquisados na internet no RS

Pesquisa mostrou que o long bob é o corte mais popular no Brasil

Lou Cardoso

Platinado é uma das pesquisas mais recorrentes no Rio Grande do Sul, apontou pesquisa

publicidade

Em relação ao assunto cabelo, o platinado e os tons com mechas, quando comparados com resultados de outros estados, são os mais populares entre as mulheres que moram no Rio Grande do Sul, apontou a pesquisa feita pelo All Things Hair com dados do Google Trends. 

Segundo o levantamento, que comparou os vários estilos de corte e colorações populares pelo Brasil em diversos estados, revelou que o long bob é o cabelo mais popular do País. O corte, considerado fácil de manter por muitas mulheres, apareceu com grande destaque quando analisada as palavras-chaves mais buscadas na internet quando se trata do assunto cabelo. 

Long bob é o corte mais procurado no Brasil. Foto: Divulgação / CP

A pesquisa verificou que de outubro de 2019 a setembro de 2020, o corte foi digitado no Google, em média, cerca de 165 mil vezes ao mês. "Eu acho que o long bob faz sucesso porque é prático. Não é tão longo, mas mesmo assim tem comprimento suficiente pra prendê-lo e dá um ar sofisticado a toda pessoa que o use”,  opinou Virginia Barbosa, hair stylist do All Things Hair. Entre as cores, o platinado se mostrou forte na pesquisa. Ele foi procurado, em média, cerca de 110 mil vezes ao mês. 

A boxbraids também não ficaram atrás. O penteado registrou uma procura, em média, de 110 mil vezes, ao mês. A sua popularidade pode ser explicada pela grande popularidade da tendência natural dos últimos anos. “Elas são a opção perfeita para quem tem fio cacheado e crespo e quer mudar o visual sem danificar os fios. Como a discussão sobre abandonar a progressiva e assumir o cabelo natural explodiu nos últimos anos, muitas mulheres que têm esses tipos de fios procuram formas para transição ou para mudar o visual", explica Virginia. 

Boxbraids também não ficaram atrás. Foto: Divulgação / CP


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895