capa

Vasto mundo

Por
Alina Souza

Atividades lúdicas no Hospital da Pucrs para celebrar a Páscoa.

publicidade

A foto é antiga, de arquivo. Mas a pauta veio morar em mim, intacta ao passar dos anos, e fala mais alto quando nos aproximamos da Páscoa. Lembro-me da menina delicada, multimídia, que não queria perder um minuto da comemoração. O menino ao seu lado, amigo sincero, com olhos transbordando curiosidade. Uma turma inteira de crianças para eu aprender com elas, todas batalhadoras, vencedoras, heroínas já nos primeiros anos de vida. A festa coloriu o hospital. Contagiada por essa alegria, fiz da câmera fotográfica o meu brinquedo, o mundo infantil. Que me conecta à jovenzinha com o celular, tão forte, decidida, igualmente concentrada em registrar. Quis sentir bem de perto essa magia que deixa tudo mais leve, simples, especial. Também usei orelhas de cartolina, e até “esqueci” de tirá-las até o fim do dia. Será mesmo importante manter a seriedade aborrecida, os ceticismos, os pensamentos secos? Com a fantasia, tudo se torna possível. Seres animados de pelúcia? Sim. Paraísos de chocolate? Sem dúvida. Esperança? Sempre! 

(Texto e fotos: Alina Souza)