capa

Gota e futebol

Estou de molho. Atacado por uma crise de gota padeço de dores infernais ...

publicidade

Estou de molho. Atacado por uma crise de gota padeço de dores infernais amenizadas por comprimidos que deixam marcas colaterais.
A gota, esta maldita, atacava sempre no dedão do pé direito.
Migrou, feroz, para o joelho esquerdo.
Culpa minha, exclusivamente minha.
Pouca água e muita carne e seus derivados dá nisto.
Há mais de 40 anos o jornal é minha cachaça.
Obviamente que posso checar informações em casa, mas nada como o ambiente de trabalho, quando posso debater este ou aquele assunto com os companheiros.
O Grêmio encara o Juventude nesta quarta-feira.
Pela Copa do Brasil.
É bom lembrar a competição, tantos os eventos.
O jogo acontece em Caxias, onde o Grêmio aplicou não faz muito 6 a 0, humilhando o Ju em pleno Jaconi. Isto pelo Gauchão.
No jogo de volta deu 0 a 0. 
Obviamente, e as obviedades merecem ser escritas, o time de Renato entra como favorito para passar para as quartas-de-final.
Não apenas porque tem mais equipe, mas também porque a segunda partida acontecerá na Arena.
Mas, e há sempre um mas em tudo,entre Juventude não é o mesmo de meses atrás.
Nem o Grêmio, que vive um momento delicado
Está no fio da navalha: decola com algumas vitórias ou entra em crise com alguns tropeços.
Partida emblemática a desta quarta-feira.