Inter perde e é visitante 8,3%
capa

Inter perde e é visitante 8,3%

Primeira vitória do Vasco da Gama no Brasileiro

publicidade

O Internacional perdeu para o Vasco da Gama por 2 a 1. 
Continua com uma campanha pífia como visitante: um empate (Santos) e três derrotas (Chapecoense, Palmeiras e agora Vasco). 
Isto dá um aproveitamento de 8,3%. 
Estacionou nos 13 pontos, 12 deles obtidos como mandante, onde é 100%. 
Neste sábado tem Palmeiras e Athletico Paranaense. Caso ganhe e tenha mantidos os pontos da vitória sobre o Botafogo o representante paulista somará 22 pontos. 
Livrará nove do Inter e estamos apenas na 8ª rodada.
A expectativa era de que o time comandado por Odair Hellmann dormisse no G-4. 
O frágil Vasco não havia vencido uma partida sequer e entrou em campo como lanterna, fruto de três empates (Corinthians, Avaí e Fortaleza) e quatro derrotas (Athletico-PR, Santos, Galo e Botafogo).
Sem Guerrero, servindo ao selecionado do Peru que disputará a Copa América, Odair mandou para campo Rafael Sobis. 
Tudo ia bem até os 43min do primeiro tempo. 
O Inter tinha  65% de posse de bola contra 35% e chegava ao ataque com perigo, embora o Vasco também levasse perigo ao gol de Lomba.
Aos 43min Rossi, ex-Inter, cruzou e o zagueiro Emerson Santos rebateu mal. 
A bola ficou com Andrey, que mandou uma bomba para fazer 1 a 0. Festa na arquibancada do São Januário. 
A torcida, que já começava a reclamar do empate, explodiu de felicidade.
A festa ainda rolava quando, quatro minutos depois, Nonato cometeu falta sobre Marrony. 
Danilo Barcelos cobrou no travessão. 
A bola voltou e Tiago Reis, livre, leve o solto mandou para as redes: 2 a 0.
Perdido por dois, perdido por quatro. 
O Inter retornou para o segundo tempo na base do tudo ou nada. 
Montou no Vasco da Gama, encurralando o rival no seu campo de jogo. 
Voltou com Patrick no lugar de Edenílson. 
Aos 6min Rafael Sobis quase descontou. 
Quatro minutos depois Emerson Santos diminuiu: 2 a 1. 
Aos 11min Guilherme Parede deu lugar para Jonatan Álvez.
Todo no seu campo, o Vasco tentava encaixar um contra-ataque e via o Inter atacar e atacar. 
Aos 13min Jonatan Álvez quase empatou. 
Aos 21min Jonatan Alvez marcou, mas em impedimento. Aos 23min  Nonato mandou uma bomba. 
O goleiro Fernando Miguel evitou o empate.
Aos 30min o Inter já havia finalizado nove vezes contra uma do Vasco. 
Mas nada de empatar. 
A posse de bola marcava 74% para a equipe treinada por Odair Hellmann contra 24% pelo time de Luxemburgo. 
Aos 30min Nico López saiu para a entrada de Sarrafiore.
A partida foi se arrastando para o final com o Inter desesperado em busca de pelo menos um empate, um pontinho, na base do upa-upa, com o Vasco se segurando.  
Ficou meia linha.
O Vasco se segurou até o apito final e, mesmo com os três pontos, não deixou a zona de rebaixamento.
O Inter disputou 12 pontos como visitante.
Perdeu 11. Caiu diante de times como Chapecoense e Vasco. É tropeço de mais numa largada de campeonato para um time que sonha em ser campeão.