capa

Juventude e Grêmio: SEM GOL

São seis jogos do Grêmio por nacionais (cinco pelo Brasileiro e um pela Copa do Brasil) e nada de ganhar

publicidade

Tudo igual.
Pensei neste título e mudei para sem gol. 
Porque não ficou tudo igual, na medida em que o Grêmio fará a segunda partida diante do Juventude na Arena, aumentando seu favoritismo para estar nas quartas da Copa do Brasil.
Bom público no Jaconi e boa partida, apesar do 0 a 0.
Como esperado o Juventude melhorou muitíssimo depois daqueles 6 a 0 que levou do próprio Grêmio pelo regional. 
São 10 jogos invictos atuando pela Copa do Brasil e pelo Brasileiro da Série C.
No confronto Séries A x C o Grêmio não foi superior o suficiente para merecer ganhar. 
Teve mais posse de bola e mais finalizações, porém nem de longe mostrou aquele futebol de 2017 e de alguns momentos da temporada passada. 
O Grêmio não tão recente assim continua deixando saudades e certamente muitos torcedores gremistas estarão indignados com o empate. 
Lembrando que os 6 a 0 foram inusitados. 
Resumo da ópera: 
o Juventude cresceu em relação a ele mesmo e o Grêmio não decola e já estamos quase em junho.
São seis jogos por nacionais (cinco pelo Brasileiro e um pela Copa do Brasil) e nada de ganhar.
A decisão ficou para Porto Alegre, dentro de uma semana.
JUVENTUDE: Marcelo Carné; Vidal, Genilson, Sidimar e Eltinho; Aprille, João Paulo, John Lennon (Dalberto), Denner, Bruno Alves (Breno) e Braian Rodríguez Técnico: Marquinhos Santos. 
GRÊMIO: Paulo Victor; Léo Moura, Geromel, Michel e Juninho Capixaba; Maicon, Matheus Henrique, Alisson (Pepê), Jean Pyerre (Thaciano) e Everton; André (Felipe Vizeu) Técnico: Renato Gaúcho.

Do site Sofascore

38% Posse de bola 62%
4 Finalizações 5
1 Finalizações no gol 3
1 Finalizações para fora 1
2 Chutes travados 1
0 Escanteios 7
3 Cartões amarelos 2
0 Grandes chances 0
0 Grandes chances perdidas 0
2 Finalizações de dentro da área 3
2 Finalizações de fora da área 2
3 Defesas do goleiro 1