Odair, outra vez. Ele e um senhor atacante
capa

Odair, outra vez. Ele e um senhor atacante

​O desempenho de Guerrero é de fazer muito atacante morrer de inveja.

publicidade

Eram 8min do segundo tempo e o Inter empatava com o modesto Paysandu em 1 a 1.
Guerrero havia marcado no primeiro e Micael empatado aos 2min finais.
Foi quando Odair sacou o lateral Zeca e mandou para campo o atacante Parede.
A partir deste momento virou meia-linha, blitz vermelha. Aos 11min Lindoso desempatou: 2 a 1.
Com o placar apertado, Odair tirou D’Alessandro e colocou Sobis.
Eram 30min. Sobis, Nico, Guerrero e Parede para furar o bloqueio, ampliar de vez.
Três minutos depois Guerrero fez 3 a 1.
Odair foi um dos personagens da vitória.
Guerrero guardou dois gols.
São sete em 10 jogos pelo Inter. Anotou pelo Gauchão, Libertadores, Brasileiro e agora Copa do Brasil. Até aqui, está assim: com Guerrero em campo dificilmente há placar em branco.
Marcou dois, deixou de marcar outros tantos e infernizou a defesa do Paysandu. 
Guerrero não é apenas o outro personagem da noite.
É o personagem do Inter neste desde a sua estreia.
O desempenho de Guerrero é de fazer muito atacante morrer de inveja.