Wellington Silva muda o jogo e Inter faz 1 a 0 no Cruzeiro
capa

Wellington Silva muda o jogo e Inter faz 1 a 0 no Cruzeiro

Inter venceu no Mineirão com gol de Edenílson. Baita vantagem na semifinal

publicidade

O Inter foi até o Mineirão e ganhou do Cruzeiro por 1 a 0 na primeira partida das semifinais da Copa do Brasil. 
Ótima vantagem.
O segundo jogo acontece em 4 de setembro no Beira-Rio. 
O fator local tem sido decisivo para o Inter nesta temporada em todas as principais competições. 
São duas vitórias na Copa do Brasil (Paysandu e Palmeiras), três vitórias e um empate na Libertadores e seis vitórias e um empate no Brasileiro. 
Mais uma vez o torcedor terá que jogar junto. 
Quem passar para a final já terá garantido um prêmio de R$ 21 milhões. 
O caneco garante R$ 50 milhões. 
Oitavo jogo do Cruzeiro sem um gol sequer. 
O primeiro tempo foi morno e, no segundo, Cruzeiro e Inter se dividiram no comando. 
Com o Inter sendo decisivo.
O Cruzeiro rondou a área, rondou, mas não marcou. 
Até que o Inter começou não apenas a rondar a área da Raposa, mas a perder ótimas chances para marcar. 
Isto depois da entrada de Wellington Silva, que mudou o panorama da partida completamente.
O primeiro tempo teve o Cruzeiro com mais posse de bola e com uma chegada perigosa. 
O Inter também chegou com perigo uma vez.
Todas as emoções estavam reservadas para o segundo tempo.
Só o Cruzeiro jogou até os 14min finais. 
Porém sem concluir com perigo. 
O Inter perdia o meio-campo e não tinha contra-taque.
14min: Wellington Silva entra na vaga de Nico López.
Aqui começa uma outra partida.
Wellington Silva começou a segurar a bola na frente.
25min: Edenilson dá de calcanhar para Wellington Silva, que chuta. Fábio faz milagre. 
26min: Patrick cruza para Guerrero, que obriga Fábio a mais um milagre. 
Para ver como o jogo mudou.
Foi entrar Wellington Silva para o Inter mudar. 
30min: Guerrero cobra, Fábio faz estupenda defesa. 
No rebote, Edenilson marca: GOOOOOOL.
36min: Edenílson dá lugar para Nonato. 
39min: Sarrafiore na vaga de Sobis.
Sobis que começou o jogo ao lado de Guerrero e Nico. Odair Hellmann audacioso.
Fim de papo. 
Vantagem do Inter.
Cruzeiro: Fábio; Orejuela, Léo, Dedé e Dodô; Henrique, Ariel Cabral (Maurício); Thiago Neves, Robinho (Marquinhos Gabriel), Pedro Rocha; Sassá (Fred). Técnico: Mano Menezes.
Internacional: Marcelo Lomba; Bruno, Moledo, Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenílson (Nonato), Patrick, Rafael Sobis (Sarrafiore) e Nico López (Wellington Silva); Paolo Guerrero. Técnico: Odair Hellmann. 
Do Sofascore
61% Posse de bola 39%
10 Finalizações 7
1 Finalizações no gol 5
4 Finalizações para fora 1
5 Chutes travados 1
5 Escanteios 3
1 Impedimentos 1
12 Faltas 14
1 Cartões amarelos 1
0 Grandes chances 3
0 Grandes chances perdidas 2
5 Finalizações de dentro da área 3
5 Finalizações de fora da área 4
4 Defesas do goleiro 1