River Plate inicia o ano com três derrotas seguidas e Gallardo liga o sinal de alerta
capa

River Plate inicia o ano com três derrotas seguidas e Gallardo liga o sinal de alerta

Por

publicidade

Foto: River Plate / Divulgação


Campeão da Libertadores da América em 2018, o River Plate iniciou 2019 com o pé esquerdo. Os Millonarios sofreram nesse domingo a terceira derrota em três jogos oficiais no ano. A situação fez o técnico Marcelo Gallardo ligar o sinal de alerta em um momento que ele considera de transição no clube.

 

Por conta das confusões na final da Libertadores, o River Plate teve jogos da Superliga Argentina postergados e permitiu ao clube ter três partidas seguidas para disputar dentro do Monumental de Nuñez neste início de ano. A situação era vista como uma oportunidade para o clube fazer nove pontos e entrar na briga pelo título. Pois a realidade foi bem diferente.

 

Marcelo Gallardo escalou os titulares diante de Defensa y Justicia (no dia 19 de janeiro) e Unión de Santa Fe (na última quinta-feira) e sofreu duas derrotas - 1 a 0 e 2 a 1, respectivamente - por placares apertados. Nesse domingo, o treinador optou por rodar o elenco - Exequiel Palacios e Santos Borré foram os únicos titulares escalados - e o River sofreu uma pesada derrota de 3 a 1 para o Patronato em tarde inspirada do paraguaio Gabriel Ávalos, que fez história ao anotar três gols no Monumental de Núñez.

 

Após a partida, Marcelo Gallardo admitiu preocupação com o momento. O treinador ponderou os problemas na preparação da equipe para este começo de ano, mas reconheceu que o clube não pode tratar com normalidade uma sequência de três derrotas. "Vamos ter de trabalhar isso. Tivemos pouco descanso no final do ano passado e começamos 2019 também com pouco tempo para treinamentos. Começamos e jogar e não vencemos. Nós somos conscientes do que está acontecendo. Sabemos das dificuldades, mas somos conscientes de que não podemos nos dar ao luxo de perder três partidas seguidas", admitiu o treinador.

 

O River Plate volta a campo no próximo domingo para enfrentar o Vélez Sarsfield fora de casa pela Superliga. O time de Marcelo Gallardo ainda fará outras cinco partidas pelo  torneio local antes da estreia na Libertadores da América, diante do Alianza Lima, no Peru, em 6 de março.

 

Saídas e chegadas

O River perdeu dois titulares do time campeão da América no ano passado, o meia Pity Martínez e o zagueiro Maidana. Foram contratados como reposição o meia Matías Suárez, do Belgrano, e o zagueiro paraguaio Robert Rojas, do Guaraní (Paraguai). Rojas fez seu primeiro jogo na derrota para o Patronato nesse domingo. Já Suárez ainda não estreou com a camisa millonaria.

 

Veja os lances de River 1 x 3 Patronato: